Uso supervisionado de telas melhora desenvolvimento motor, cognitivo, afetivo e social de crianças

0
791

Recursos interativos e personalização potencializam aprendizado e estimulam habilidades para futuro cada vez mais digitalizado


Não é difícil ver perfis de bebês que ainda nem nasceram mas já têm seu primeiro @ próprio ou mesmo uma série de imagens e registros seus na internet. Também não é preciso ir longe para ver cenas de crianças entretidas com as mais variadas telas, com programação diversa e cada vez mais específica para cada faixa etária.

Nesse mundo em que, desde o nascimento, as crianças estão imersas em ambientes digitais, como aproveitar essa situação a favor do desenvolvimento dos pequenos desde a primeira infância?

De acordo com Liliane Fernanda Ferreira, diretora da B2G, distribuidora da marca Quinyx, que fornece produtos de tecnologia educacional, o uso supervisionado e com segurança fortalece o aprendizado. “O debate em torno do uso de telas por crianças com menos de dois anos é legítimo e reflete a importância de um equilíbrio saudável no uso da tecnologia na infância. Mas é crucial reconhecer que telas interativas, quando utilizadas com intenção pedagógica, são ferramentas poderosas para potencializar habilidades”, afirma.

A profissional observa que, ao combinar o letramento digital com abordagens educacionais interativas, as crianças desenvolvem competências como resolução de problemas, pensamento crítico, colaboração e criatividade desde cedo.

E são justamente essas habilidades que aparecem como fundamentais em um mundo cada vez mais digital e globalizado, onde a capacidade de adaptação e a competência tecnológica desempenham um papel central nas trajetórias educacionais e profissionais das novas gerações.

Diante desse cenário, Liliane comenta que o uso consciente de telas interativas, alinhado a estratégias pedagógicas, é um recurso valioso para preparar as crianças para os desafios e oportunidades do futuro. “A utilização supervisionada das telas interativas oferece um ambiente propício e protegido para o aprendizado, promovendo não apenas a aquisição de conhecimento, mas também o desenvolvimento de habilidades necessárias para o mundo moderno”, diz.

Aliados do crescimento saudável

Ao analisar o papel desses equipamentos no desenvolvimento infantil durante a primeira infância, a executiva elenca que as atividades oferecidas estimulam a cognição, a criatividade e as habilidades motoras, contribuindo para um desenvolvimento abrangente.

No estímulo cognitivo, os jogos educativos e interativos incentivam as crianças a resolverem problemas, tomarem decisões e desenvolverem o raciocínio. Olhando para as habilidades motoras, o uso da tela touchscreen da Mesinha Digital, por exemplo, incentiva a coordenação motora fina à medida que as crianças tocam e interagem com os elementos na tela, como ao arrastar peças de quebra-cabeça.

Esses equipamentos também favorecem a expressão criativa, além de favorecerem intencionalmente a socialização e colaboração, por meio de jogos que aceitam até seis toques simultâneos, incentivando o trabalho em equipe – outra habilidade crucial no mercado de trabalho.

Também na lista de possibilidades, Liliane diz que, através de aplicativos que contam histórias e exploram emoções, as crianças podem compreender melhor seus sentimentos e desenvolver empatia. E outro ponto de destaque está na fala, com atividades de linguagem auxiliando no vocabulário e na compreensão de histórias.

E não é só no contexto escolar, com os professores desenvolvendo seu papel crucial ao incorporar telas interativas de forma pedagogicamente planejada, selecionando aplicativos que complementam o currículo e incentivar a participação dos alunos. As famílias em casa também.

Entre as dicas para usar as telas interativas em casa, ela orienta estabelecer limites de tempo, escolher aplicativos educacionais de qualidade e interagir junto com as crianças, promovendo uma experiência compartilhada e construtiva. “Conversas abertas sobre os benefícios e os cuidados necessários ao utilizar dispositivos eletrônicos também são fundamentais para uma abordagem saudável. Isso permite que as crianças explorem conteúdos relevantes, adequados à sua faixa etária, e evita exposição a materiais inapropriados”, diz.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.