Última peça dirigida por Jô Soares entra em temporada no Teatro Procópio Ferreira

0
1994

Artistas e produtores da adaptação de um dos grandes sucessos da Broadway, “Gaslight, uma Relação Tóxica”, se reuniram em coletiva para apresentar a última obra do legado do icônico ator, humorista, apresentador e fantástico ser humano, Jô Soares


Jô Soares… Quem nunca se imaginou tendo um momento de fama concedendo uma entrevista ao icônico apresentador do saudoso Programa do Jô!? Talvez a geração mais nova não entenda, mas nas gerações 90 para baixo isso é um pensamento unânime.

Jô também tem uma vasta carreira artística nos teatros, tanto como ator, quanto produtor de peças. Onde tinha um dedo do Jô, era possível ver a qualidade artística de olhos fechados!

A peça “Gaslight, um Relação Tóxica” é a última peça dirigida por ele e entra em cartaz nesta sexta-feira (9) no Teatro Procópio Ferreira, prometendo agitar o público com muito suspense, reflexões, humor e uma qualidade que só Jô Soares possui.

Na terça-feira (6), aconteceu no palco do teatro, onde será exibido a peça, uma coletiva de imprensa com os atores e produtores da peça teatral. Falecido em 5 de agosto, Jô Soares faz uma falta imensa em seu habitat natural. “Está sendo um dia emocionante chegar aqui e não ter a mesinha dele ali no meio. Mas é certeza que Jô está em cada palavra e cada vez que a plateia rir de uma piada que eu fizer, sei que ele estará aqui do meu lado”, se emociona a atriz Erica Montanheiro, que trabalhou com Jô desde 2011.

Coletiva de imprensa com os atores e produtores, na foto é possível ver os atores com os figurinos da peça, ao lado do produtor e amigo do Jô Soares, Maurício Guilherme

Agora imagina a emoção da Kéfera Buchmann, a primeira Youtuber mulher a conseguir a marca de 1 milhão de inscritos no Brasil, que se aventurou na carreira de atriz e fará parte da última peça produzida pelo icônico Jô Soares?

Eu caí de paraquedas. Na verdade, fui bem cara de pau. Liguei para o dono do Teatro procurando pauta para a minha peça, mas ele estava numa ligação com o Giovani Tozi [ator] sobre uma peça do Jô. Não sei o que me deu na cebeça que pedi esse contato na cara e coragem e liguei me apresentando e perguntando sobre um teste”, detalha Kéfera.

A atriz e influencer digital já realizou o sonho de ter sido entrevistada pelo apresentador, mas confessou que não é uma das suas melhores lembranças. “Lembro que achei que mandei muito mal na entrevista e saí chorando no estúdio. A produção viu e, alguns dias depois o próprio Jô ligou no meu celular e me acalmou, mesmo eu não querendo acreditar”, confessa.

Gaslight é um termo que se originou por conta dessa peça, o texto foi escrito em 1938 por Patrick Hamilton e ganharam duas adaptações no cinema, em 1940 uma adaptação inglesa, e outra, uma adaptação americana, em 1944, estrelado pela inesquecível Ingrid Bergman.

Gaslight significa abuso psicológico, tortura mental, a violência que ocorre, principalmente, nos relacionamentos entre um homem e uma mulher, a tortura que o homem faz na mulher.

A expressão ganhou força nos anos 60 conforme o movimento feminista foi explicando o que significava gaslight, lembrando que Gaslight é uma expressão que pode ser utilizada, não somente em relacionamentos heterossexuais, mas em qualquer tipo de relacionamento, independente de gênero ou orientação. E não só em relacionamentos amorosos ou afetivos, por exemplo, pode acontecer gaslight entre um chefe e seus empregados.

A teia de aranha é muito marcante no cenário, destacando a relação tóxica que vivem o casal do Século XIX

O texto foi escrito nos anos 30, mas a adaptação de Jô Soares se passa em Londres, no século XIX, criando uma áurea de suspense no ambiente e fazendo o público mergulhar fundo nas histórias. “Essa obra já ganhou adaptação em diversos países pelo mundo, inclusive há relatos de que o meu personagem já foi vaiado no final de apresentações mundo à fora, mostrando o quão impactante é essa obra”, disse o ator Giovani Tozi, que está ansioso para ser o papel do vilão nesta trama!

O produtor Maurício Guilherme, com carreira consolidada no mundo artístico ao lado de Jô Soares, fez questão de salientar que a apresentação desta obra, que era para ter ocorrido em 2020, com o Jô em vida, é um tributo ao ‘Beijo do Gordo’. “Ele traduziu e adaptou o texto para esse linguajar leve. Ele tinha esse olhar, quando via algo, realçava isso para todos enxergarem”, conta Maurício. “É um tema atual, com mistério, suspense, drama policial e com humor, um típico espetáculo do jeito que ele gosta!, finaliza.

O cenário possui uma peculiaridade única, que faz essa adaptação se destacar de todas as outras mundo afora. “Tem uma teia de aranha no cenário, ideia do Jô, para representar que quem cai numa relação tóxica cai numa armadilha”, explica Maurício.

O cenário para a apresentação da peça possui todas as características do que Jô Soares gostaria que estivesse, tem muito do Jô nesta foto!

A tradução e adaptação do texto contou com uma ajuda de Matinas Suzuki Jr., que teve o privilégio de, simplesmente, visitar o Jô em, praticamente, todas as noites, para gravar bate papos sobre as memórias de Jô Soares. “Foi um privilégio absoluto. Ele não contava as memórias, ele representava elas [risos], ele imitava todos os personagens e amigos contando, tive um show particular por quase todas as noites!”, revela.

Matinas ajudou Jô a escrever a adaptação e contou porque Jô se viu obrigado a produzir uma história de relações tóxicas. Gaslight é um problema no mundo inteiro hoje. Para o Jô, nós temos um presidente ‘gaslighter’, ele dizia que ninguém é mais ‘gaslighter’ do que o presidente, fazendo com que o momento seja crucial para a dar importância à peça”, finaliza.

Kéfera adora o desafio de fazer uma personagem ao qual não tem nenhuma assimilação com sua personalidade ou vida profissional. “É muito complicado as pessoas distanciarem a Kéfera persona da internet para a Kéfera atriz. Já expus muito minha vida e as pessoas acabam me conhecendo, por isso prefiro uma personagem que não tenha nada a ver com quem sou. Em papeis como a Nancy, eu me entrego muito mais para que o público se surpreenda comigo!”, explica sobre o novo desafio.

A peça tem apresentações às sextas-feiras, às 21h, sábados às 18h e 21h e domingos às 19h, entre os dias 9 e 18 de setembro. Os ingressos podem ser adquiridos em sympla.com.br com valores entre R$ 40 e R$ 150.

Sinopse

Baseada no filme homônimo sobre abuso psicológico nos relacionamentos afetivos, a peça retrata um casal em conflito. Jack (Giovani Tozi), no início do casamento, se mostrava doce, meigo e apaixonado. No entanto, sob a alegação de que sua mulher Bella (Erica Montanheiro) sofre de algum tipo de desequilíbrio mental, revela-se um homem impaciente e menos cordial. A esposa sente que está ficando louca, mas ao buscar o amparo do companheiro para lidar com a suposta doença, encontra apenas a resistência do homem, que justifica não ter mais forças para lidar com a situação. A complicação do diagnóstico de Bella é acompanhada de perto pela fiel governanta Elizabeth (Neusa Maria Faro) e pela jovem e extrovertida Nancy (Kéfera), a nova arrumadeira do casa rão. Ra lf (Leandro Lima), um inspetor de polícia, possui uma ligação curiosa com a casa, agora habitada pelo casal. Essa relação pode despertar fantasmas do passado que ainda habitam os cômodos com seus segredos, e podem revelar grandes surpresas.

Ficha Técnica

TEXTO: Patrick Hamilton. TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Jô Soares e Matinas Suzuki Jr.  DIREÇÃO: Jô Soares e Mauricio Guilherme. ELENCO: Erica Montanheiro, Giovani Tozi, Kéfera Buchmann, Leandro Lima PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: Neusa Maria Faro.  DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Priscila Prade e Giovani Tozi. PREPARADOR DE ELENCO: Luiz Damasceno. PRODUÇÃO EXECUTIVA: Maria Mayer. FIGURINISTA: Karen Brusttolin. CENÓGRAFO: Marco Lima. DESIGNER DE LUZ: César Pivetti. TRILHA SONORA: Ricardo Severo. FOTOGRAFIA: Priscila Prade. DIREÇÃO DE ARTE GRÁFICA: Giovani Tozi. ASSESSORIA DE IMPRENSA: Fernanda Teixeira e Macida Joachim – Arte Plural. ASSISTENTE DE DIREÇÃO: Giovanna Donadio. IDEALIZAÇÃO: Giovani Tozi. REALIZAÇÃO: Brica Braque Produções e Tozi Produções

INGRESSOS AQUI!


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.