Suspeito de assassinato no Jabaquara confessa crime durante negociação com o Deic e é detido

0
152
Imagens: Câmeras de segurança divulgada pelo G1

A polícia usou o rastreamento do celular roubado para chegar a endereçosque levaram ao autor do latrocínio


Após uma longa negociação com o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), o suspeito por matar o jovem Renan Silva Loureiro, de 20 anos, no bairro do Jabaquara, confessou o crime e se rendeu.

O suspeito é Acxel Gabriel de Holanda Peres, de 23 anos, e segundo a Polícia, ele já teve 10 passagens na polícia por roubos e receptação. Os policiais do Deic afirmaram que Acxel se mostrou arrependido de matar, por isso acabou confessando.

“A prisão do assassino do jovem Renan não devolve a vida e o convívio dele com sua família, mas que sirva como uma clara demonstração da eficiência das polícias de São Paulo. A ordem é não dar trégua ao crime. Meus sentimentos aos pais e amigos”, afirmou o Governador Rodrigo Garcia.

A polícia conseguiu chegar a dois endereços através do celular que Acxel roubou durante o assassinato, facilitando a busca, nos dois locais, haviam a suposta arma utilizada no crime, jaqueta e capa de chuva semelhantes aos registros das câmeras durante a ação, já o outro local haviam pertences supostamente adquirido por roubos.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.