SP amplia vacinação contra Meningite para profissionais da educação e adolescentes

0
421
Todos os casos de meningite bacteriana exigem tratamento hospitalar, até mesmo os sintomas leves

Todos os casos de meningite bacteriana exigem tratamento hospitalar, até mesmo os sintomas leves


A Secretaria de Estado da Saúde ampliou a vacinação contra meningite C para adolescentes de 15 a 19 anos, professores e outros trabalhadores da educação das redes pública e particular de São Paulo. A campanha vai se estender pelos meses de junho e julho. A Coordenadoria de Controle de Doenças, por meio do Centro de Vigilância Epidemiológica, integrou ao Plano Estadual de Imunização as 90 mil novas doses da vacina enviadas pelo Ministério da Saúde ao Estado. A Secretaria da Saúde vai manter a ampliação enquanto durarem estas doses adicionais.

A meningite C é uma infecção bacteriana que causa inflamação nas membranas que envolvem o cérebro e a coluna espinhal e é mais comum nos meses frios do inverno. Os sintomas em casos leves são semelhantes aos da gripe, com dores de cabeça e febre presentes, mas também apresentando rigidez na região da nuca. Casos mais graves podem apresentar também mal-estar, vômitos, dificuldade para encostar o queixo no peito e dor forte no pescoço. Manchas avermelhadas pelo corpo são sinais de que a infecção está se espelhando rapidamente e que o paciente deve buscar imediatamente assistência médica.

Entre 1º de janeiro e 22 de maio de 2023, foi registrado um aumento de 24,5% no número de pacientes com esse tipo de infecção em relação ao mesmo período em 2022, passando de 1.363 casos para 1.698 em todo o estado.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.