Roupas de academia: Quais cuidados ter na hora de lavar?

0
22

Quem pratica atividade física sabe que as roupas esportivas precisam de um tratamento especial na hora de lavar. Leves e delicadas por serem produzidas a partir de fibras sintéticas como poliéster, poliamida ou elastano, essas peças foram feitas para serem resistentes e arejadas, facilitando a transpiração e mantendo a temperatura do corpo mais agradável.

O segredo para manter tudo isso e aumentar a durabilidade das roupas está no modo de lavar. Para aqueles que têm o costume de lavar a própria roupa em casa, é preciso ficar atento à etiqueta da roupa com as instruções do fabricante.

“É importante verificar essas instruções, pois os tecidos têm exigências diferentes para limpeza. A etiqueta ajuda a evitar um procedimento inadequado e acabar desgastando a peça. Alguns não têm tempo ou, por preferência, acabam deixando esta tarefa com as lavanderias profissionais para garantir a limpeza correta das roupas, o que recomendamos por se tratar de itens delicados”, comenta José Previero, especialista em higienização da Quality Lavanderia

Previero sugere cinco dicas na hora de cuidas das roupas de academia:

1 – Não jogue a roupa suada no cesto de roupa suja. Isso porque o amontoado de roupas, com a peça molhada, pode haver proliferação de bactérias. Antes, o ideal é deixar a roupa pendurada para secar. O mesmo vale para quem guarda na mochila até voltar para casa e poder organizar a roupa para lavar. O local abafado da mochila também ocasiona essa proliferação de bactérias, além de deixar o odor mais desagradável. Nesse caso, uma solução é utilizar sacos plásticos.

2 – Na hora de lavar, não misture as cores claras com escuras, lave-as separadas, assim, evita-se a transferência de cor ou que a roupa fique desbotada.

3 – Na máquina, insira as roupas dentro dos sacos de proteção, com isso, além de evitar que o tecido se danifique durante o processo, impede aquelas famosas bolinhas. Para a lavagem, selecione o clico leve/delicado e, em caso de manchas, deixe selecionada a opção de molho para facilitar a remoção. Não use alvejantes, isso danifica o tecido.

4 – Opte por sabão neutro sem perfume, pois produtos com perfume interferem na respirabilidade do tecido.

5 – Não é necessário colocar amaciante. Por serem de poliéster ou poliamida, por exemplo, esses materiais precisam absorver o suor e depois expelir, o amaciante acaba bloqueando essa função nesses tecidos.

“Com esses simples cuidados é possível manter a qualidade das roupas, deixando adequadas para os treinos por muito mais tempo. Além disso, em lavanderias, o atendimento pode auxiliar a realizar a higienização da maneira mais adequada”, conclui Previero.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.