Retomada pós-pandemia deixa paulistanos com maior aptidão para frequentar bares e restaurantes

0
44

Ansiedade por sair de casa está fazendo com que fregueses gastem mais nos estabelecimentos


Um dos setores que mais foi afetado pela pandemia foram os restaurantes. Com a paralização da rotina presencial, fomos forçados a viver uma vida em Home-office. Os bares e restaurantes também tiveram de se reinventar, digitalizando seu trabalho através de aplicativos de delivery ou o próprio site para levar a alimentação até as casas dos fregueses.

Mas não foi fácil a transição do presencial para o online, segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), cerca de 12 mil estabelecimentos gastronômicos e boêmios fecharam as portas na Capital Paulista no decorrer da pandemia até junho de 2021.

A preocupação com a higiene e saúde contra a Covid-19 tomou tamanhas proporções, que mudamos os nossos hábitos diários, por exemplo: Deixamos de cumprimentar com os tradicionais apertos de mãos e beijinhos no rosto; lavar as mãos e passar álcool em gel se tornou hábito natural; entre outros fatores.

Talvez o pior da pandemia possa ter passado, e graças ao avanço da vacinação e aplicação de doses periódicas, pudemos sentir o gostinho de viver presencialmente novamente, relembrando os velhos tempos.

A ansiedade pela volta dos velhos hábitos, como sair para lazer, se mostrou escancarado nos rostos dos brasileiros, visto que é nítido o quanto bares, restaurantes e casas noturnas estão sendo procurados novamente.

Na visão do estagiário do Grupo Sul News, Matheus Laube, “a pandemia proporcionou que fizéssemos uma reflexão do que realmente queremos fazer, quais locais queremos frequentar e na prática nesta retomada econômica pós-pandemia tornou os brasileiros mais seletivos e diretos na hora de escolher um momento de lazer”.

Na gastronomia, esse olhar mais seletivo dito por Matheus refletiu no número de público em um ambiente e no consumo de cada cliente, como explica o dono do Go Pub Bar, Mauro Lafiandra, que manteve seu estabelecimento vivo mesmo durante a pandemia. “Sinto que essa volta há menos público, mas que consomem muito mais!”.

A pandemia ainda não acabou, embora ainda haja uma infinidade de opções de delivery, o presencial tem o seu charme, portanto não deixe de continuar se higienizando com álcool em gel e máscara, além de confirmar com os restaurantes de manter um distanciamento social respeitável entre as mesas!


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.