Região metropolitana da capital aumenta número de acidentes, no 1º trimestre de 2019

0
323

Em compensação, nos três primeiros meses do ano, houve redução no número de vítimas fatais em todo o Estado

 

Nos primeiros três meses de 2019, o Estado de São Paulo registrou 1205 mortes em ruas e estradas, sendo o menor número de mortes no trânsito desde 2015, ano que registrou 1597 mortes no mesmo período. Os dados são do Infosiga SP, o Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de SP.
Cerca de oito das 16 regiões administrativas do Estado tiveram redução nos índices, em relação ao primeiro trimestre de 2018. Na região metropolitana da capital o aumento foi de 3%, se comparado ao ano passado.
Houve uma queda de 15,4% nas vítimas pedestres, sendo que: no primeiro trimestre deste ano, cerca de 60% dos atropelamentos aconteceram em vias municipais e 35,7%, em rodovias. Cerca de 439 motociclistas perderam a vida este ano, sendo 160 mortes apenas no mês de março, contra 139 no ano passado.
O terceiro lugar das estatísticas fica com os passageiros de automóveis: foram 310 vítimas no primeiro trimestre de 2019, um aumento de 12% em relação a 2018. Os ciclistas estão em quarto lugar no ranking com 93 ocorrências em 2019, contra 87 em 2018. Segundo o Governo do Estado, “em 73,1% dos acidentes, o ciclista foi atingido por outro veículo, sendo que em 47% dos casos há um automóvel envolvido na colisão”.
A maioria das vítimas são homens (80,7%), jovens entre 18 e 29 anos (26,6%), condutores do veículo (57,9%), sendo que a maior parte dos acidentes acontece durante a noite/madrugada (49%) e nos fins de semana (48,5%).

 

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.