Rede municipal oferece yoga como prática integrativa e complementar

0
48

De janeiro a março de 2022, foram oferecidas 381 aulas de yoga para a população paulistana


O avanço da pandemia de Covid-19 trouxe adoecimento físico, mental e emocional para uma grande parcela da população. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a prevalência global de ansiedade e depressão teve um aumento de 25%, o que levou pessoas em isolamento a buscarem técnicas e terapias naturais para atravessar este delicado período.

A yoga une exercícios físicos e de respiração à meditação, promovendo a integração entre corpo e mente. Na rede municipal de saúde da cidade de São Paulo, a yoga faz parte do Programa de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Pics). As atividades oferecidas dentro do programa são auxiliares no tratamento de pacientes de todas as regiões da capital, e incluem ainda caminhada, danças e práticas de origem oriental como Lian Gong, Xiang Gong, Tai Chi Pai Lin e Lien Ch’i.

Entre os estabelecimentos que dispõem da prática estão Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Centros de Práticas Naturais (CPNs), Unidades de Referência à Saúde do Idoso (Ursis), Centros de Convivência e Cooperativa (Cecco), Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs), Centros de Referência de Dor Crônica e Centros Especializados de Reabilitação (CERs).


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.