Rede de networking cresce e expande atuação na capital paulista

0
6

Fundada durante a pandemia com o objetivo de apoiar empresários e empreendedores, a Rede Kai lança novos grupos focados na Zona Norte e Zona Oeste de São Paulo


A Rede Kai, comunidade de empresários que promove networking com propósito aos seus membros, amplia sua atuação na capital paulista com a formação de novos grupos visando beneficiar empresários e empreendedores com negócios que atendem à Zona Norte e Zona Oeste da cidade.

Com sede em São Paulo e franquia no Rio de Janeiro, a Rede Kai foi fundada em setembro de 2020 por três empresários, Kalil Lucena, Fabiano Fernandes e Vinicius Damasceno, que acreditam no desenvolvimento coletivo por meio da colaboração e que trabalham com base na construção de relacionamentos que tragam resultados efetivos para as empresas e seus profissionais.

Desde o seu lançamento há seis meses, o primeiro grupo formado na região da Vila Olímpia, Zona Sul, soma o volume de aproximadamente R$ 500 mil reais em negócios gerados entre seus integrantes. E agora planeja o lançamento para novas regiões.

O lançamento dos novos grupos faz parte do plano de expansão, que busca alcançar as principais regiões da 10ª cidade mais rica do mundo por PIB, de acordo com ranking da PwC. “Esta ampliação é mais uma conquista importante da Rede Kai, mas o foco maior da nossa celebração é poder oferecer apoio aos empresários e ampliar a oportunidade de negócios”, afirma Kalil Lucena, sócio fundador da Rede Kai.

A exemplo da Luciana Teixeira, proprietária da Euro Fórmulas, rede de farmácias de manipulação fundada há 20 anos, que trabalha no desenvolvimento de produtos na área da beleza e conceito de dermocosméticos, e que possui três unidades na Zona Norte, sendo Vila Guilherme, Tucuruvi e Casa Verde. “Nos tornamos membros da Rede Kai com o intuito de criar uma rede de contatos maior, onde possa contar com apoio, trocar experiências com profissionais de outras áreas, em busca de soluções aos desafios comuns. E ainda tornar minha marca mais forte, o que resultará em mais vendas e aumento do faturamento”, diz.

Para Daniela Fornazari, proprietária do Empório Chug-a-Lug, loja de vinhos e produtos diferenciados gourmet, que possui e-commerce e loja física com atuação em Perdizes, a motivação para aderir foi para buscar soluções em uma rede de apoio para passar de forma mais leve pela crise originada pela pandemia. “Me identifiquei bastante e vi como uma boa oportunidade para ampliar os negócios e o meu networking. Até porque é a primeira vez que eu empreendo, meu marido já teve outros negócios, mas eu sempre fui do meio corporativo. Então, a expectativa é muito boa porque acredito que vou conhecer pessoas que além de agregar conhecimentos, também vão promover parcerias”, aponta.

Fabiano Fernandes (esquerda), Kalil Lucena (centro) e Vinicius Damasceno (direita).

SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.