Projeto pretende tornar a Vila Olímpia no primeiro bairro digital de SP

0
276

O projeto Urban Futurability, da Enel Distribuidora, vai levar ao bairro mais de 40 iniciativas de inteligência artificial e digitalização da rede elétrica, com investimento de R$ 125 milhões nos próximos três anos


O bairro da Vila Olímpia foi o escolhido para estrear um projeto de transformação digital da rede elétrica da Enel, distribuidora de energia de São Paulo. A empresa pretende levar ao bairro mais de 40 iniciativas de inteligência artificial e digitalização, todas inéditas na América do Sul. O projeto Urban Futurability terá um investimento de R$ 125 milhões nos próximos três anos.

A Vila Olímpia tem, atualmente, 15,53 km de cabos subterrâneos, sendo que, outros 4,86 km serão enterrados em 26 vias. Com isso, 150 postes serão retirados “depois que as empresas de telecom que os compartilham também enterrarem seus cabos”, informa a Enel.

“A infraestrutura elétrica da Vila Olímpia se tornará uma plataforma digital, inteligente e sustentável que possibilitará novas aplicações e o uso eficiente da energia. Com a utilização de avançados recursos de digitalização e inteligência artificial, vamos deixar a rede preparada para conectar veículos elétricos e a geração distribuída, contribuindo com o crescimento sustentável da cidade”, explicou Nicola Cotugno, Country Manager da Enel no Brasil.

O projeto Urban Futurability pretende criar uma réplica digital em 3D da rede elétrica da Vila Olímpia e instalar quase 5 mil sensores que coletarão dados sobre as condições da rede, auxiliando na localização dos defeitos da rede.

“O projeto possibilitará ainda o engajamento de outros stakeholders como o poder público e as empresas de serviços. O mapa digital da rede em 3D permitirá à Enel compartilhar informações, uma vez que serão mapeados, junto com a rede elétrica, os ativos de telecomunicações, de iluminação pública, semáforos e diversos outros”, disse Rosario Zaccaria, responsável pela área de Infraestrutura e Redes da Enel Distribuição São Paulo.

A questão da mobilidade elétrica está inclusa no projeto, numa segunda fase, com a incorporação de um mobiliário urbano conectado e iluminação inteligente da Enel X, uma linha da empresa que desenvolve soluções digitais.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.