Projeto Novo Rio Pinheiros conecta 120 mil imóveis a rede de esgoto em 2020

0
38

O Governo de SP estima que, até 2022, outras 500 mil conexões sejam feitas pelo projeto de despoluição do rio. Três córregos da Zona Sul estão com mais de 70% de execução nas obras: Pedreira/Olaria, Ribeirão Aterrado/Zavuvus e Ponte Baixa/Socorro


Cerca de 120 mil imóveis da cidade de São Paulo foram conectados a rede de coleta e tratamento de esgoto, através do programa Novo Rio Pinheiros, até dezembro do ano passado. O Governo de SP estima que, até 2022, outras 500 mil conexões sejam feitas pelo projeto de despoluição do rio.

“Nosso foco em 2019 foi preparar todos os contratos, emitir as licenças necessárias, realizar um trabalho de comunicação junto à população para conscientizar sobre a importância da regularização da rede, bem como o descarte correto de lixo. Logo depois iniciamos as obras de saneamento e, em pouco mais de um ano, já contamos com números expressivos que propiciaram a melhoria da qualidade da água dos córregos que se conectam ao rio Pinheiros”, disse Marcos Penido, secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA).

São 16 contratos já assinados para o saneamento básico e as obras previstas já em andamento. Segundo o Governo, três córregos da Zona Sul estão com mais de 70% de execução nas obras: Pedreira/Olaria, Ribeirão Aterrado/Zavuvus e Ponte Baixa/Socorro.

A previsão de conclusão do saneamento básico do Novo Rio Pinheiros é abril de 2022, sendo que, depois será feita uma “operação assistida” com avaliação do funcionamento completo do sistema.

“O Rio Pinheiros é um cartão-postal de São Paulo e o objetivo do programa é reintegrá-lo à vida dos paulistanos. Além desse ganho coletivo, há um benefício direto para essa população que passará a ter a coleta e o tratamento de esgoto. Elas terão mais qualidade de vida e saúde”, diz o diretor-presidente da Sabesp, Benedito Braga.

No fim do ano passado, o Governo de SP entregou novos serviços de revitalização da ciclofaixa da Marginal Pinheiros. Reaberto em agosto, o local já recebeu, através de empresas privadas: recapeamento de pista, nova sinalização e uma estação de apoio e conveniência para os ciclistas que frequentam a rota. Na estação de apoio patrocinada pelo Banco Santander, chamada de Parada Santander, os visitantes recebem atendimento gratuito com orientações básicas, além de acesso a reparos, higienização das bicicletas e carregadores de celulares.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.