Projeto dá dicas de brincadeiras em casa para as crianças na pandemia

0
169

No Dia das Crianças de 2020 cada criança vai festejar em casa. Para que essa festa seja especial, participantes do projeto Na Rua Sem Wifi, que surgiu na Zona Sul de SP, estão usando as redes sociais para lembrar das brincadeiras que podem trazer a diversão para dentro de casa


O Dia das Crianças está chegando e, como todas as datas festivas deste ano, vai ser diferente: nada de parques de diversão, nada de playgrounds, nada de festinha na escola ou comemoração com os amigos.

No Dia das Crianças de 2020 cada criança vai festejar em casa. Para que essa festa seja especial, participantes do projeto Na Rua Sem Wifi estão usando as redes sociais para lembrar das brincadeiras que podem trazer a diversão para dentro de casa.

O projeto surgiu em 2017 quando Anderson Vieira, morador de Interlagos, observava sua filha mexendo no celular. “Chamei meus antigos amigos da nossa rua de lazer no Jardim Colonial, em Interlagos, para brincar como antigamente. Todos levaram os filhos para ver como era brincar na rua e foi um sucesso pois percebemos que eles brincaram até o anoitecer”, explica o criador do projeto.

Desde então, o grupo fez parceria com empresas privadas e órgãos públicos fazendo eventos infantis em todas as regiões da capital paulista com brincadeiras que envolvam atividade física e utilização do espaço público.

Mas os eventos não são apenas para as crianças: os adultos, pais e mães, também têm espaço garantido. “O nosso foco principal acaba sendo o adulto, pois entendemos que ele é o ‘professor’ destas brincadeiras, e o que falta hoje é os pais perceberem que as crianças amam saber como os pais brincavam”.

As brincadeiras são as mais diversas: carrinho de rolimã, pião, Ioiô, bate-bate, figurinhas, pega varetas, latafone, mola, cabo de guerra gigante, corda, escravos de Jó, corrida de saco, corrida de pogobol, chinelão, guiador, mãe da rua, mesa de botão , mesa de futebol Gulliver, etc. “Além disso, dependendo do porte do evento, colocamos uma ‘rádio web’ com os sucessos de músicas e desenhos dos anos 70, 80 e 90, além da descida de rolimã para toda a família e um mini museu com brinquedos antigos. O mais bacana é que 90% da equipe são os amigos que viveram essa antiga infância que hoje é repassado às novas gerações”, explica Anderson.

Como todo o mundo, o projeto Na Rua Sem Wifi teve que se reinventar na pandemia. “No início gravamos dois vídeos no nosso canal do YouTube e divulgamos também em nossas redes, um sobre as brincadeiras e atividades que poderiam ser feitas dentro de casa e outro com profissionais de pião do mundo todo pedindo para as pessoas ficarem em casa e se cuidar. Além disso, estamos correndo para lançar o ‘EM CASA COM WIFI’ que serão lives mostrando todas essas brincadeiras do passado com muito conteúdo de como essas brincadeiras chegaram ao Brasil. Inclusive, nesse momento de pandemia, é oportuno para os pais que hoje estão mais próximos dos filhos fazer muitas brincadeiras que fazíamos quando não tinha a internet”, afirma.

E para o Dia das Crianças, algumas dicas: “Bom, quanto ao aproveitar em casa realmente há muitas opções: podemos colocar as brincadeiras que fazíamos somente com papel e caneta, tais como STOP e BATALHA NAVAL, ou até mesmo usar a antiga e velha criatividade para algo que você nunca fez com seu filho”.

Mais dicas sobre brincadeiras para aproveitar com as crianças e relembrar a infância estão disponíveis nas redes sociais do grupo:
Instagram: @naruasemwifi
Facebook: https://www.facebook.com/naruasemwifi
Youtube: https://www.youtube.com/c/NaRuaSemWiFi/videos


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.