Prefeitura retoma obras de canalização do Córrego Zavuvus

0
267

A obra no Córrego Zavuvus começou em 2014 e foi interrompida em 2017 pelo Tribunal de Contas da União por apresentar problemas na fiscalização


Por: Alexandre Maretti

Prefeito Bruno Covas durante anúncio de obras na Zona Sul

O prefeito Bruno Covas anunciou a retomada das obras de canalização do Córrego Zavuvus, na região da Jurubatuba. Na ocasião, estiveram presentes a subprefeita da regional de Santo Amaro, Janaína Lopes de Martini; o subprefeito da Cidade Ademar, José Rubens Domingues; o secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Vitor Aly; e os vereadores Ricardo Nunes e Rodrigo Goulart.

A obra no Córrego Zavuvus começou em 2014 e foi interrompida em 2017 pelo Tribunal de Contas da União por apresentar problemas na fiscalização.

“Aqui sempre teve enchente, eu via esse córrego aberto sem jardim. Tinha que atravessar sobre pontes improvisadas de madeira. Esse desvio causa muito acidente, na época de trânsito forte, eu já sofri acidente de carro e já peguei enchentes até a Marginal, deu meio metro de água. Vamos ver se agora conseguem resolver o problema” reclamou Milton Michel, morador da região há 50 anos.

O vereador Ricardo Nunes afirma ter tido várias reuniões com o secretário Vitor Aly e com Osmar Dias Reis, engenheiro da obra. “Teve que refazer o projeto, replanilhar os custos e rever uma conta de R$28 milhões, e não podia usar esse dinheiro. O Tribunal de Contas da União não liberava para esse tipo de projeto. A gente cobrou a Caixa para poder adequar o projeto e agora está autorizado a liberação e início da obra. Essa retomada é um dos trechos de uma obra gigantesca”, explicou.

A obra vai do Rio Pinheiros até a Avenida Interlagos. O investimento é de R$38 milhões e contou com o financiamento do Governo Federal.

Os próximos passos previstos são a interligação das caixas de equalização e a construção de duas galerias que farão a ligação entre a canalização já executada e o Rio Jurubatuba, garantindo a funcionalidade das obras e diminuindo o efeito das cheias na região. A realocação de um coletor tronco da Sabesp permitirá a continuidade das obras de canalização entre a Praça Acapulco, Av. Eng. Alberto de Zagottis e a Rua Professor Campos de Oliveira, e visa reduzir todas as áreas inundáveis abrangentes. A entrega está prevista para meados de 2020.

“É importante destacar que a obra não foi parada por conta da Prefeitura de São Paulo (iniciada na gestão Fernando Haddad). Ela foi parada por conta do TCU e desde o primeiro instante que assumimos, a gente vem discutindo a retomada dessas obras e, finalmente, agora com todas as questões burocráticas resolvidas, vamos poder retomar, com recurso garantido que está no caixa da Prefeitura”, enfatizou o prefeito Bruno Covas.

Para o vereador Rodrigo Goulart, além de ser um problema para o trânsito local, a região sofre muito no período de chuvas, nos trechos da Avenida Alberto de Zagottis e na Av. Nossa Senhora do Sabará. “Com essa obra esse problema será solucionado, inclusive do trecho que vem desde a Cidade Ademar até aqui, pra desaguar no Rio Pinheiros. A gente tem certeza dessa solução e de acordo com o cronograma a previsão é de que essa obra esteja concluída até junho do ano que vem, mas a gente vai trabalhar pra que se antecipe esse prazo de entrega pra que a via esteja liberada para o tráfego e também o problema do córrego aqui seja solucionado”, disse.

A subprefeitura de Santo Amaro, Janaína Lopes de Martini, espera reduzir as enchentes na região. “A iniciativa do prefeito é retomar as obras, paradas praticamente há três anos, para entregar à população da região uma cidade melhor. Esse é o nosso sentimento, de felicidade”, afirma.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.