17.8 C
São Paulo
sexta-feira, 27 maio, 2022
Mais

    Prefeitura inicia campanha contra a gripe na segunda-feira (23)

    Mais lidas

    A vacinação da Influenza não protege contra o coronavírus, mas vai auxiliar os profissionais de saúde no diagnóstico para a Covid 19, ao descartarem os vários tipos de gripe na triagem da população vacinada


    A Prefeitura de São Paulo inicia na segunda-feira (23) a vacinação contra a gripe (influenza), em todo o município. A campanha é destinada para grupo prioritários.

    Inicialmente, serão atendidos idosos e profissionais da saúde. Em seguida, será disponibilizada, gradativamente, para os seguintes grupos:

    • a partir de 16 de abril: professores das escolas públicas e privadas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, forças de segurança e salvamento.
    • a partir de 16 de maio: crianças de 6 meses a 5 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional.

    O dia “D” de mobilização nacional de vacinação contra a Influenza será no dia 9 de maio. A campanha está prevista para seguir até o dia 22 de maio.

    A vacinação da Influenza não protege contra o coronavírus, mas vai auxiliar os profissionais de saúde no diagnóstico para a Covid 19, ao descartarem os vários tipos de gripe na triagem da população vacinada.

    A influenza é uma doença infecciosa febril aguda com maior risco de complicações em alguns grupos vulneráveis e evoluir para formas mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e até a morte, motivo pelo qual a vacina será oferecida inicialmente para idosos e profissionais da saúde, e será disponibilizada, gradativamente para os demais grupos de maior vulnerabilidade.

    VACINA EM FARMÁCIAS

    A partir do dia 13 de abril, a vacina será oferecida gratuitamente em farmácias, segundo determinação do Governo. “A decisão foi feita em conjunto pela Bifarma, secretaria da Saúde, Ministério da Saúde, e eu entendo que é muito importante porque vai desafogar os postos de todo o estado. É extremamente importante vacinar contra o vírus Influenza, mas que essa vacinação não provoque filas”, disse o médico David Uip, coordenador do centro de contingência contra o coronavírus em São Paulo.

    VACINA NOS CEUs

    Por determinação do prefeito Bruno Covas, as Secretarias Municipais de Educação e Saúde da cidade de São Paulo estabeleceram parceria para que os 46 Centros Educacionais Unificados (CEUs) sejam pontos de atendimento para a Campanha de Imunização contra o Influenza e demais ações de saúde.

    Os servidores da Secretaria Municipal de Saúde entrarão em contato com as equipes gestoras das unidades para que possam organizar e planejar a ação, de acordo com as necessidades para esse atendimento.

    A iniciativa faz parte da série de medidas adotadas na cidade de São Paulo para conter o avanço do Covid 19 (Coronavírus). Os CEUs poderão receber leitos hospitalares caso a transmissão da doença avance ainda mais na cidade.


    FALE COM A REDAÇÃO
    Sugestões de pauta, envie email para: reportagem@gruposulnews.com.br

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas