Prefeitura inaugura mais uma unidade da Rede Cozinha Escola para fornecer refeição à população vulnerável

0
92

Nova unidade que fica no Jabaquara, na Zona Sul, integra programa que oferece alimentação saudável, gera empregos e proporciona oportunidades de formação em culinária

O prefeito Ricardo Nunes inaugurou nesta terça-feira (21) mais uma unidade da Rede Cozinha Escola para fornecer refeição à população vulnerável, que funciona na Associação da Cidade Azul e Adjacentes, no Jabaquara, Zona Sul.

“Estou muito feliz por chegar nesse número de cozinhas escolas entregues, onde cada uma fornece 400 refeições de segunda a sábado. Nós credenciamos entidades que estão dentro das comunidades, portanto, tem uma interação que ajuda a identificar onde estão os problemas, quem são as pessoas que precisam”, disse o prefeito Ricardo Nunes.

Criado em agosto de 2023, pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), o programa faz parcerias com Organizações da Sociedade Civil que recebem recursos para fornecer, no mínimo, 400 refeições prontas diariamente, de segunda a sábado, para pessoas em situação de vulnerabilidade. No total, são 65 organizações parceiras.

O Rede Cozinha Escola é financiado pelo Fundo de Abastecimento Alimentar de São Paulo (FAASP) tem previsão de R$ 351 milhões do Orçamento da cidade em 2024. Além de oferecer alimentação saudável, gera empregos na sua região, fortalece a comunidade e proporciona oportunidades de formação em cozinha, inclusive para beneficiários do Programa Operação Trabalho, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

O programa distribuiu, até 20 de maio, mais de 2,7 milhões de refeições em todas as áreas da cidade.

Quem é beneficiado pelo programa só tem elogios. “As pessoas estavam precisando botar esse projeto nas comunidades, está ajudando muitas famílias. Eu sou uma dessas pessoas”, disse o ajudante-geral Jemerson Henrique dos Santos, 36 anos.

Yukie Utiyama, 72 anos, disse que, por conta da dificuldade financeira, sempre procura locais que distribuem marmitas e que a refeição da Cozinha Escola é muito boa. “Em casa ninguém está trabalhando. Com a gente comendo aqui, só tem a janta para fazer”, afirma.

“A comida estava ótima. Hoje eu comi frango, couve, arroz e salada. Está aprovado”, destaca Monica Utiyama, 46 anos, que foi almoçar com sua mãe.

O prefeito enfatizou que a inauguração de mais essa unidade do Rede Cozinha Escola se soma a outras programas que a atual gestão tem feito em relação à segurança alimentar. “Fazemos a distribuição de 7 mil cestas básicas todos os dias, temos 80 restaurantes cadastrados que fornecem 200 refeições por dia, nossa parceria com o Estado do Bom Prato, são algumas ações concretas que temos realizado”, reforçou Ricardo Nunes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.