Prefeitura cancela a festa de Reveillon na capital paulista

0
1

Com a chegada da nova variante da Covid-19, Ômicron, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, cancelou a festa de réveillon na capital e, além disso, manteve o uso obrigatório de máscaras (inclusive em ambientes abertos).

Durante uma coletiva de imprensa realizada na cidade de Nova Iorque, onde o prefeito se encontra em viagem oficial de negócios, ele afirmou que sua decisão está baseada no surgimento dessa nova variante, e que, um novo estudo da Vigilância sanitária sobre o uso obrigatório de máscara e a presença da nova cepa será entregue no fim de dezembro.

Em um primeiro momento, assim com o Plano SP do governo do estado, estava previsto que a capital flexibilizaria o uso de máscaras a partir de 11 de dezembro, mas com a chegada da variante, essa ação está sem data para acontecer. De acordo com dados divulgados pela prefeitura, o último réveillon na Av. Paulista (2019 para 2020) levou cerca de 2 milhões de pessoas

Para o governador do estado, João Dória, apesar dos números de internações graves estarem em baixa, deve-se manter o controle da pandemia, mas afirma que a decisão é individual de cada prefeito.

Até a manhã desta sexta-feira (3), São Paulo registra três casos confirmados da variante Ômicron na capital paulista e 19 capitais no Brasil já desistiram de eventos públicos no fim do ano, entre elas: também estão Salvador, Fortaleza, Florianópolis, João Pessoa, Belo Horizonte, Recife, Brasília, Belém, São Luís, Campo Grande, Palmas, Teresina, Aracaju, Porto Alegre, Cuiabá, Vitória e Goiânia.

Todos esses cuidados da prefeitura e dos órgãos de saúde municipais mostram a preocupação com o bem-estar e saúde da população. Entretanto, é importante salientar que se os números de casos têm diminuído devido a adesão a vacinação contra a Covid-19.

Com a situação da pandemia controlada na capital, o prefeito descartou exigir passaporte vacinal em bares restaurantes mantendo assim a economia na cidade movimentada.

Quanto ao carnaval, ainda não há nenhuma definição. O prefeito disse ainda que a Secretaria de Saúde vai monitorar o cenário da pandemia para decidir sobre a realização do carnaval.

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.