Pelo terceiro ano consecutivo, São Paulo é reconhecida pela ONU por cuidado com as áreas verdes da cidade

0
210

Destaque do “Tree Cities of The World – Cidades Árvores do Mundo” foi atribuído na edição de 2023 à capital paulista, que passou de 50% de cobertura vegetal no município


A Fundação do Dia da Árvore (Arbor Day Foundation) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO/ONU) concederam o título de “Cidade Árvore do Mundo” para a maior metrópole da América Latina. São Paulo foi premiada, pelo terceiro ano seguido, com o certificado “Tree City of the World”.

Para o reconhecimento cinco critérios são levados em conta: se responsabilizar com as árvores urbanas, construir políticas de arborização, avaliações de árvores e florestas, ter um orçamento anual e receber celebrações de conquistas; ou seja, São Paulo cumpriu bem com todos esses requisitos para receber o certificado. A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente foi responsável pelo plantio de 84.037 árvores por incremento, compensação e reparação ambiental no ano passado.

O Plano Municipal de Arborização Urbana – PMAU foi um dos responsáveis por fazer com que São Paulo consiga manter o título de Cidade Árvore: desde 2020, começo de sua implementação, foram realizadas diversas ações para plantios comunitários estimulando a participação da sociedade civil. Eles fazem parte do capítulo “Envolver” do PMAU e ajudaram o munícipio a conquistar essa qualificação.

Entre os benefícios comprovados de ser um local com plantio urbano de árvores, segundo o programa, se encontram: água mais limpa próxima a florestas, ar mais limpo na cidade, auxílio na gestão das águas pluviais, redução das temperaturas e melhor saúde mental. Todas essas vantagens foram encontradas em cidades com o selo mundo afora.

Para o secretário do Verde e do Meio Ambiente, Rodrigo Ravena, o certificado ressalta o trabalho que vem sendo feito em relação à pauta ambiental: “Estamos muito felizes em termos sido contemplados com o certificado Tree City of the World e conseguir manter esse título por três anos seguidos. Nosso desafio é continuar melhorando sempre. Semana passada tivemos um momento histórico com a assinatura, pelo prefeito Ricardo Nunes, de 32 Declarações de Utilidade Públicas (DUPs), anunciando 11% do território para áreas verdes a serem preservadas. Isso é o equivalente à cidade de Paris e prova como nossa cidade tem sido exemplar no combate às mudanças climáticas”.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.