15.2 C
São Paulo
domingo, 22 maio, 2022
Mais

    Pedra nos rins: como prevenir?

    Mais lidas

    Especialista explica como ter bons hábitos alimentares ajudam a prevenir o cálculo renal


    Elas são bem pequenas, mas desencadeiam um sintoma inversamente proporcional ao seu tamanho, uma dor lancinante que algumas pessoas afirmam ser a pior que os seres humanos podem sentir. A boa notícia é que existem algumas estratégias para diminuir as chances da encrenca, que atinge 15% da população, é mais comum nos homens e tem seu pico entre os 25 e 40 anos. De acordo com o urologista Dr. Flávio Iizuka, o melhor é tomar bastante líquido, cerca de 2 litros por dia, pois isso ajuda a combater a formação dos cálculos. “Uma bebida especialmente benéfica para prevenir pedras nos rins é o suco de frutas cítricas, como laranja e limão, pois elas têm citrato, uma substância que tem a propriedade de dissolver os cristais na urina necessários para o aparecimento e aumento das pedras dos rins”, afirma o especialista.

    Também existe uma lista de inimigos dos rins: refrigerantes e alimentos congelados e processados (todos têm em comum o excesso de sal) que fazem com que mais cálcio vá para o xixi. As fontes de proteína animal, como o churrasco, também podem ser prejudiciais, já que levam à formação de ácido úrico, outra substância que serve de matéria prima para aparecimento das pedras nos rins. Essa explicação também vale no caso da cerveja, queijos e dos frutos do mar, que elevam a presença de ácido úrico na urina.

    Os alimentos ricos em uma substância chamada oxalato, como o espinafre, chocolate, café, tomate, nozes e todos os grãos (amendoim, amêndoas, caju, castanhas) também exigem cuidado. E a relação dos itens que favorecem a formação das pedrinhas vai além da alimentação. Ela tem ainda a obesidade ou as situações de perda abrupta de peso (ex: após a cirurgia de redução do estômago), o sedentarismo, os acidentados com ossos fraturados, o uso de medicamentos como vitamina C (mais que 1 grama por dia) e Topiramato usado para tratar convulsões e enxaqueca. Ou seja, “de forma geral, ter hábitos saudáveis ajuda a manter o organismo todo funcionando da maneira correta e isso vale também para os rins” sinaliza Dr. Iizyuka.

    FALE COM A REDAÇÃO
    Sugestões de pauta, envie email para: reportagem@gruposulnews.com.br

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas