Passarela próximo ao Aeroporto de Congonhas aguarda reforma da Prefeitura há mais de um ano

0
123

A passarela Dr. José Granadeiro Guimarães foi retirada pela Prefeitura em fevereiro de 2018, após danos causados por veículos com excesso de altura, e até hoje uma nova estrutura não foi instalada


Já faz mais de um ano que a passarela Dr. José Granadeiro Guimarães, próximo ao Aeroporto de Congonhas, foi retirada pela Prefeitura, que identificou danos na estrutura, causados por veículos com excesso de altura.

“O tabuleiro da passarela sofreu deslocamento, após ser atingido por um ou mais veículos com altura superior à permitida para o local”, explicou a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras em fevereiro do ano passado.

Nos dois lados do corredor norte-sul, as escadas que dão acesso a passarela continuam ali, porém, sem passarela para atravessar. Até agora a reforma não está pronta.

Para impedir que pedestres subam as escadas e acessem a passarela, foram instalados tapumes entre a calçada e a área das escadas.

Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (SIURB) informou que “o tabuleiro da passarela Doutor José Granadeiro Guimarães foi removido em caráter emergencial, em fevereiro de 2018, a pedido da Subprefeitura da Vila Mariana. A remoção foi necessária após a estrutura ter sido atingida diversas vezes por veículos com altura superior à permitida no local. O projeto executivo para recuperação da passarela foi concluído em novembro de 2018. Em maio deste ano a SIURB publicou edital de licitação para a obra de recuperação estrutural da passarela, a abertura dos envelopes aconteceu em 17 de junho. A única empresa que apresentou proposta está impedida de licitar e contratar junto ao poder público, de acordo com decisão do Tribunal de Justiça. Em 25 de junho, conforme publicado no Diário Oficial, a licitação foi declarada prejudicada. A SIURB prepara uma nova licitação para contratação das obras, prevista para ser lançada em até 15 dias”.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: reportagem@gruposulnews.com.br

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.