Parques municipais participam da Operação Fogo Zero 2022

0
69

Recentemente a cidade de São Paulo registrou um recorde de quase 50 dias sem chuva, com o mês de julho mais seco da história da capital, de acordo com dados do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG-USP). Por conta da época de seca, as áreas verdes ficam mais expostas aos riscos de incêndios florestais.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Urbana, da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e da Coordenação Municipal de Defesa Civil, atua em conjunto com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente (SVMA) na Operação Fogo Zero, criada em 2017, que visa agilizar o atendimento e o combate às chamas em áreas de proteção ambiental e parques. A finalidade é proteger toda a diversidade de flora e fauna, sob monitoramento do Programa Vigilância pela Biodiversidade – VigiBio, da Divisão de Defesa e Vigilância Ambiental.

Os incêndios mais devastadores aparecem com uma combinação de três fatores: clima quente e seco, com umidade do ar não ultrapassando 20%; evento que provoque a primeira fagulha, tais como relâmpago, balão, limpeza de terrenos vizinhos aos parques, fogo intencional criminoso; e combustível para alimentar as chamas, como vegetação extremamente seca, madeiras, e demais produtos (lixo, entulho, móveis) descartados irregularmente.

A preparação para a Operação Fogo Zero começa meses antes. Entre os meses de março e maio, equipes dos parques municipais participaram da 3ª edição do Curso de Prevenção e Combate a Incêndios, promovido pela Divisão de Gestão de Unidades de Conservação (DGUC) da SVMA. As atividades foram realizadas nos Parques Naturais Municipais (PNMs) Itaim, Fazenda do Carmo e Varginha e Parque Anhanguera.

O curso capacita os novos vigilantes dos parques e recicla os conhecimentos dos já treinados nos anos anteriores, com total de 8 horas de aulas teóricas e práticas, além de oficina de confecção de abafadores – as vassouras de bruxa. O certificado emitido tem reconhecimento nacional. No início de julho, uma oficina de confecção de abafadores também foi oferecida às equipes dos parques da região leste, em atividade no Parque Aterro Sapopemba.

O Plano de Prevenção e Combate a Incêndios em áreas Florestadas do Município de São Paulo – “Operação Fogo Zero” deverá se tornar em breve uma política pública permanente, a partir da criação de uma Portaria Intersecretarial, que está sendo finalizada para publicação.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.