Núcleo de Convivência para Adultos em Situação de Rua

0
2

Local ajuda quem está em situação de rua a garantir seus direitos


O Serviço Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (POP), localizado em Santo Amaro, na Rua Promotor Gabriel Netuzzi Perez, 81, está há quase 4 anos no município realizando serviços sociais para aqueles que necessitam de assistências relacionadas a comida, abrigo, informação, emprego, reinserção no convívio social e garantia de direitos.

Aberto das 8h às 16h, disponibiliza auxílio com refeições, banho, garantias de direitos e atividades socioeducativas. Como as pessoas são singulares, todas são tratadas de forma individualizada, se for uma questão muito específica, elas são encaminhadas para um técnico para que receba um tratamento mais focado em sua situação.

Santo Amaro tem uma população em situação de rua muito grande, e todos tem uma história. Existem violações de direitos que poucos veem. Essas pessoas também leem, se informam e muitas tem nível superior. Como parte da garantia de direitos, o local oferece comprovante de endereço para que possam conseguir um emprego, mas muitas empresas acabam não as aceitando por preconceito, e por não darem oportunidade de avaliar essas pessoas, acabam não tendo como adquirir uma renda, permanecendo nas ruas.

“A proposta deste espaço é reduzir os danos causados por todos os riscos sociais e das ruas, que a pessoa possa visualizar novas possibilidades”, afirma a gestora do Centro POP Santo Amaro, Leila Jesus de Souza.

A assistente social do local, Midiane Pereira dos Santos, que faz parte da Associação Beneficente Caminho da Luz (ABECAL), conta que para muitos, essas pessoas são invisíveis, como exemplo “Muitas vezes carros buzinam atrás dos carregadores de carroças, quem está no automóvel não compreende que aquilo tem um peso, o carro leva o peso da pessoa, mas na frente, é a pessoa que carrega o peso da carroça”. Diz também que estes cidadãos “São munícipes como qualquer outro, também são possuidores de direitos. Eles não são da rua, eles estão na rua, temporariamente”.

O intuito do trabalho é trazer pessoas para perto, para compreenderem melhor, não é caridade, e sempre saem melhores do que quando entraram. Mesmo quem não está em situação de rua, está inserido no mesmo contexto social, e a partir do momento em que a renda de um cidadão não supre todas as necessidades, este também está vulnerável.



SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.