Novas abordagens para o câncer de mama

0
27

O tratamento do câncer de mama conta com o avanço da ciência para uma abordagem mais ampla, que pode incluir os tradicionais procedimentos de cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Hoje, a hormonioterapia e a terapia alvo são novos métodos incorporados no tratamento desse tumor e que podem trazer resultados bastante positivos.

A terapia hormonal pode reduzir a ocorrência do câncer de mama em pacientes com alto risco genético. A hormonioterapia também contribui para mitigar a chance de retorno do tumor operado. Já a terapia alvo atua diretamente nas moléculas indispensáveis para as atividades das células cancerígenas, freando sua expansão.

Porém, o mais importante para alcançar resultados positivos no tratamento desse tumor ainda é o diagnóstico precoce. As comemorações do Outubro Rosa contribuem para alertar às mulheres sobre a necessidade de exames regulares. Estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que o país deve registrar 66.280 novos casos em 2020. O tratamento depende da fase que a doença se encontra.

Mesmo que a paciente não tenha câncer, ela precisa procurar seu médico oncologista para fazer um check up oncológico para entrar em um programa de rastreio adequado possibilitando a prevenção dessa doença. Diagnosticar esse tumor com antecedência possibilita inclusive cirurgias menos invasivas e com melhor recuperação.

A prevenção continua sendo o melhor caminho. Evitar bebidas alcoólicas, tabagismo e sedentarismo só vai contribuir para uma vida mais saudável e reduzir significativamente os riscos da doença.


RAMON ANDRADE DE MELLO é médico oncologista, professor da disciplina de oncologia clínica da Unifesp, da Uninove e da Escola de Medicina da Universidade do Algarve (Portugal)



- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.