Na Zona Sul, Polícia prende integrantes de facção criminosa durante venda ilegal de armas

0
2

Um dos presos, conhecido como Coveiro, é líder do PCC (Primeiro Comando da Capital). Entre as armas encontradas havia um fuzil das Forças Armadas e uma arma da Polícia Militar, que seriam usadas para a prática de crimes na Zona Leste da capital paulista


Na última quinta-feira (15), dois homens foram presos no Campo Limpo por comércio ilegal de arma de fogo.

Os agentes da Central Especializada de Repressão à Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco), da 5ª Delegacia Seccional de Polícia estavam na região para ações contra o crime organizado e descobriram que os dois homens, que são integrantes de uma facção criminosa, fariam uma venda de armas de fogo ilegais. As armas seriam usadas para a prática de crimes na Zona Leste da cidade de São Paulo.

“De posse das informações, os policiais civis foram até o local e, após monitoramento, detiveram dois homens dentro do estabelecimento, na posse de uma sacola. Dentro dela foram encontrados um fuzil 556 e duas pistolas, calibres 9mm e .40, além de munições calibres 32 e 22. Todo o armamento foi apreendido para perícia”, informou a Secretaria de Segurança Pública.

Os homens confessaram que estavam no Campo Limpo para vender as armas. Um dos homens, aliás, é Vinicius Henrique da Silva Oliveira, de 36 anos, conhecido como Coveiro, e que atua como líder do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção que realiza atentados contra a Polícia de São Paulo.

“É uma quadrilha especializada em tráfico de entorpecentes e tráfico de armas. Nós tivemos uma informação privilegiada que haveria uma compra e vende armamento de grosso calibre na Zona Sul de São Paulo, e que essas armas seriam distribuídas na Zona Leste”, afirmou o delegado Ubiraci de Oliveira, titular da 5º Seccional.

As armas que seriam comercializadas são um fuzil de uso restrito das Forças Armadas, duas pistolas de 9 mm com a numeração raspadas, uma arma .40 da Polícia Militar, além de munições.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem[email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.