14.4 C
São Paulo
quinta-feira, 30 junho, 2022
Mais

    Moradores da Capela do Socorro reclamam de falta de ações contra mosquitos

    Mais lidas

    Segundo moradores, a situação da região, principalmente na represa Guarapiranga, segue a mesma a vários meses, aumentando o risco de Dengue


    A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) da cidade de São Paulo tem intensificado o combate ao mosquito Aedes aegypt devido à sazonalidade da dengue, uma vez que a doença tem maior incidência no período do ano onde as condições climáticas, em razão das chuvas e do calor, favorecem naturalmente a proliferação do vetor. As ações têm como objetivo a eliminação do mosquito adulto, além da conscientização da população sobre os perigos da dengue.

    No entanto, alguns moradores da Capela do Socorro vêm reclamando que as ações não estão sendo feitas e o local está sempre cheio de mosquitos, tornando o local propício para a proliferação e causando preocupação principalmente em relação a Dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

    Em nota a SMS informou:
    A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) Sul, informa que a Vigilância em Saúde Ambiental (UVIS) Capela do Socorro realiza diariamente o controle de casos de dengue e outras arboviroses, ampliando o combate ao mosquito Aedes aegypt em todo o seu território, incluindo a área da represa Guarapiranga. As ações de ampla força-tarefa com foco na eliminação de mosquitos adultos e larvas do Aedes aegypti são realizadas conforme o envio de notificações das UBSs de casos suspeitos e confirmados da doença. A Vigilância em Saúde Ambiental (UVIS) Capela do Socorro ressalta que, desde o início do ano, realiza ações em toda a sua área, totalizando, até o momento, 106 casos bloqueados e tratados em 41.284 imóveis visitados. Cerca de de 331 litros de inseticida foram aplicados em toda a região.

    Se apresentar qualquer um dos seguintes sintomas, procure um médico: dor abdominal intensa e contínua; Vômitos persistentes; Tontura, principalmente quando fica de pé; Sangramentos de mucosa; Sonolência ou muita irritabilidade.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas