Instituto Mais Identidade e UNIP reconstroem deformidades faciais gratuitamente

0
2

Apoiado pela UNIP, programa reconstrói o bucomaxilo facial de pacientes que tiveram câncer


O Instituto Mais Identidade é uma organização sem fins-lucrativos criado há 6 anos com o intuito de ajudar na reabilitação bucomaxilo facial, especialmente em pacientes que tiveram câncer e fizeram o tratamento com cirurgias que geraram mutilações faciais, como perda da estrutura da face, do maxilar, nariz, orelha, olho, etc.

O Professor da Faculdade de Odontologia da UNIP, Luciano Dib, está à frente do projeto e revela: “Criamos a organização sem fins lucrativos para buscar recursos pra gerir e poder dar essa assistência de forma integral e gratuita para os pacientes, são necessárias cirurgias e próteses para poder fazer com que eles tenham as funções e estéticas recuperadas”.

Há cerca de 3 anos, a UNIP abraçou o Instituto Mais Identidade e ofereceu um espaço na Faculdade de Odontologia no campus Indianópolis, sendo a sede, área de atuação, laboratórios digital e de prótese e o atendimento ambulatorial ficando nas dependências do campus.

“As nossas técnicas de reabilitação, especialmente de reconstrução com próteses, desenvolvida nos últimos 5 anos utilizando tecnologia digital, gerou um impacto muito grande, a Discovery Channel veio para o Brasil e gravou um documentário com a gente mostrando como isso é realizado, passou em todo o mundo com milhões de visualizações, isso é fruto de produção científica e de trabalhos que foram feitos dentro do programa de pós-graduação da faculdade de odontologia da UNIP, com alunos de mestrado e doutorado realizando essas pesquisas sob a minha orientação”, detalha o professor.

A tecnologia permite tanto o atendimento presencial em São Paulo, quanto nos pacientes a distância, as fotografias estabelecem os modelos digitais, dando trabalhos em São Paulo com a produção de protótipos que posteriormente são instalados na cidade de origem.

Atualmente o Instituto está realizando arrecadações por meio de crowdfunding, para a realização de atendimentos a pacientes em Natal, no Rio Grande do Norte. A campanha “Quem vê cara vê coração” incentiva a capitação de recursos até o final de setembro para que as cirurgias aconteçam em outubro ou novembro. Quem quiser saber mais e fazer uma doação acesse o site www.maisidentidade.org/10


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.