Incêndio do Mercado Municipal de Santo Amaro completa 5 anos

0
2535

Até hoje não se sabe a causa do incêndio, porém, sua reinauguração está próxima


Na madrugada de 25 de setembro de 2017, os moradores de Santo Amaro tiveram a surpresa de receber a notícia de que um importante centro comercial da região estava em chamas, o Mercado Municipal de Santo Amaro.

No dia, 7 viaturas do corpo de bombeiros foram enviadas para combater as chamas e tomaram o controle. 60% das lojas foram atingidas. No entanto, não foi descoberta a causa do acidente. Pessoas que chegaram para trabalhar foram surpreendidas quando viram suas lojas destruídas, sendo assim, os comerciantes tiveram que trabalhar em uma tenda improvisada onde ficava o estacionamento.

Em 2019, o consórcio Fênix venceu a concessão para recuperação, reforma, requalificação, operação, manutenção e exploração do mercado. O consórcio assinou o contrato no valor de R$ 79,9 milhões para administrar o local por 25 anos.

O Mercado foi inaugurado em 1897, na Praça Doutor Francisco Ferreira Lopes, onde funcionou até 1958. Transferido para a Rua Ministro Roberto Cardoso Alves, 359, passou a trabalhar com vendas no varejo em 1961.

Segundo informação publicada pela prefeitura em 08/08/2022, por meio de seu site www.prefeitura.sp.gov.br, o local será reinaugurado até o final do ano, “A reforma e revitalização inclui a ampliação e padronização das lojas – em uma área de mais de 11.000 m² haverá 160 boxes de diversos tamanhos, restaurantes com varandas, espaços compartilhados para alimentação, horta orgânica, espaço kids, além de um boulevard especialmente projetado para eventos, como aulas de culinária ou shows intimistas, para ser mais um ponto de contato para os comerciantes do mercado”.

O presidente do CETRASA (Centro das Tradições de Santo Amaro), Dr. José Carlos Bruno, comenta: “Tive a oportunidade de visitar as obras e receber na sede de nossa entidade, a presidência e a diretoria da empresa gestora do novo Mercado de Santo Amaro, que nos apresentou o projeto, e também para os permissionários e aqueles que têm interesse em locar espaços na nova área. E não tenho dúvidas que o local se tornará um grande centro de comércio, contribuirá sobremaneira para o desenvolvimento econômico e circulação de riquezas na nossa região”.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.