Governo precisa planejar melhor

0
69

Nos últimos anos, os brasileiros têm assistido a uma avalanche de notícias negativas relativas à implantação de empreendimentos públicos, provenientes de todas as esferas governamentais. Já é de conhecimento de todos o grande número de obras paradas ou concluídas com qualidade aquém da desejada ou ainda sem atender às necessidades esperadas, além do desperdício de dinheiro público com pagamento por empreendimentos com custos acima dos previstos nos contratos, e a suspeita ou confirmação de desvios por corrupção.

Grande parte dos problemas expostos decorrem da falta de projetos de qualidade, que tem origem na falta de planejamento, e mostram que a administração pública brasileira perdeu, há muito tempo, a prática de realizar um planejamento sistemático de suas políticas e ações para expansão e operação da infraestrutura nacional. Enfrentamos um momento de decisões adotadas de afogadilho, por dirigentes interessados apenas em marcar o mandato, correndo o risco de não entregar o prometido.

O planejamento precisa ser adotado como uma ferramenta de política de Estado, independente do governo de plantão. Um bom planejamento necessita de planos periódicos, com embasamento técnico consistente, e que sejam instrumentos vivos, continuamente revisados e atualizados, que representem as demandas e os anseios da sociedade e indiquem os meios para atendê-las.

O Brasil é extremamente complexo e com realidades e carências distintas. As necessidades de São Paulo geralmente são muito diferentes das demandas do Amazonas. O planejamento é um instrumento de interpretação dessa complexidade brasileira. Nele, devem ser apontadas as prioridades regionais e os respectivos empreendimentos que possam atender às diversas demandas.

Por isso, o país precisa retomar o planejamento de curto, médio e longo prazo. Se continuarmos a dar passos hesitantes, como tem ocorrido, vamos aumentar ainda mais o déficit e as reivindicações da população brasileira.


CARLOS MINGIONE é engenheiro e presidente do Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva).

FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.