Governo de SP vai abrir escolas antes da volta às aulas presenciais para dar merenda à alunos vulneráveis

0
23

Nas escolas estaduais as aulas retornam apenas dia 8 de fevereiro, mas alunos podem ir a partir do dia 1º para receber a merenda. Na rede municipal, alunos terão aulas a partir do dia 15, com 35% da capacidade  


Com a virada de ano e o início da vacinação contra a Covid-19, pais e mães estão ansiosos para reenviar seus filhos novamente para às escolas, já que muitos não se adaptaram as aulas online ou não conseguiram acompanhar o conteúdo escolar por falta de equipamentos, como internet e computador.

Mas, apesar da vacina para a população em geral estar longe de acontecer, o poder público já definiu a data para a volta às aulas presenciais:

  • a partir do dia 1º de fevereiro, alunos de escolas particulares podem retornar;
  • em 8 de fevereiro, é a vez dos estudantes da rede pública estadual;
  • e em 15 de fevereiro retornam às escolas os alunos da rede pública municipal.

De acordo com decreto publicado pela Prefeitura de São Paulo, as escolas só podem receber 35% dos alunos e devem seguir os protocolos sanitários, como uso de máscara, aferição de temperatura e uso de álcool gel.

“O decreto também prevê que a retomada das atividades presenciais deve abranger a operação de equipamentos educacionais como bibliotecas e laboratórios, oferta de atividades esportivas, funcionamento de refeitórios e cantinas, espaços administrativos, dentre outros, desde que respeitados os protocolos sanitários pertinentes e regulamentações específicas, ficando vedada a realização de qualquer atividade que possa gerar aglomeração”, informou a Prefeitura.

Como só 35% dos alunos podem retornar, os estudantes que optarem por continuar o ano letivo a distância, “deverão realizar obrigatoriamente as atividades na plataforma Google Classroom ou em outros meios disponibilizados – inclusive material impresso a ser retirado pelos responsáveis, conforme organização da UE [unidade escolar]”, explicou a Secretaria Municipal de Educação.

Na rede pública estadual, apesar das aulas retornarem apenas no dia 8 de fevereiro, a partir da próxima segunda-feira (1º) os estudantes podem ir até as escolas para receber a merenda. De acordo com o Governo de São Paulo, “todos os 3,3 milhões de estudantes poderão se alimentar nas escolas estaduais nos dias de aulas presenciais. Para os 770 mil mais vulneráveis, a merenda será servida diariamente”.

O investimento na merenda será de R$ 1,167 bilhão, provenientes do Governo de SP e do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Para receber a merenda a partir de 1º de fevereiro, as famílias e os estudantes maiores de 18 anos devem manifestar interesse direto na escola ou por meio do site: https://sed.educacao.sp.gov.br


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.