Gosta de cantar escondido? Largue a timidez e realize o seu sonho de cantar!

0
52
Jullia Vilar se apresentando no Concerto de Maio da Ofisa no lotado Teatro Paulo Eiró

A professora de canto Julia Villar revela os passos para você impressionar o público com a voz


Cantar é uma arte. Cada civilização, seja a época que for, tem um relato de músicas e cantos. Pousando no tempo presente, a música tem o dom de nos emocionar e para chegar ao nível de encantar o público, há um longo caminho a percorrer de muito aprendizado e técnicas.

Há milhares de talentos promissores que ficam com receio de cantar e acabam nunca se descobrindo. Por isso, a professora de canto da Musikalina, Julia Villar, veio te ajudar a deixar o medo de lado e soltar a voz com tudo! A música é para todos. Para se tornar um artista pleno, é preciso descobrir o seu próprio eu-artístico! Mas também se aprimorar constantemente. No início é comum ter dificuldades de conscientização das sensações corporais e com a respiração”, diz.

Na Musikalina, o aluno recebe uma orientação individual, de acordo com seus gostos e desejos. Cada um é diferente do outro. Não apenas na idade e personalidade, mas nos objetivos e gostos musicais. Busco sempre personalizar as aulas para cada aluno individualmente”.

Se você tem timidez para cantar, mas sempre se pega soltando a voz quando está sozinho ou no chuveiro, saiba que a Julia, com longa experiências em palcos, também era tão introvertida quanto. Superar o medo é libertador e é sobre essa coragem que gostaríamos de te instigar a cantar!

“Eu oriento no processo de desenvolvimento musical para que eles consigam incorporar tanto a técnica vocal, quanto habilidades interpretativas e expressividade musical de maneira natural”, diz Julia reforçando que no canto não existe apenas o cantar, você encarna um personagem e se entrega aos sentimentos que a música quer expressar.

O principal truque da música são os aprendizados técnicos de falas e respiração. “O ar é como se fosse a matéria prima da sua voz. É muito importante o corpo estar relaxado, principalmente os ombros, pescoço e face. Até faço alongamentos engraçados com caretas para relaxar os músculos do rosto [risos]. Depois vem os exercícios de respiração”, completa.

Ao ser questionada com humor, Julia comprova que é possível sim quebrar uma taça de vidro com a voz! “Nunca tentei! O cantor precisa descobrir a frequência certa da taça para produzir com exatidão o tom nesta frequência num volume alto o suficiente para quebrar a taça”. #DeixeDeSerTímido


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.