14.4 C
São Paulo
quinta-feira, 30 junho, 2022
Mais

    Fim de semana no Principado de Mônaco vai render os primeiros pontos ao ‘Prata da Casa’, Charles Leclerc?

    Mais lidas

    Com a diminuição do tamanho dos carros e melhor aproveitamento do uso do vácuo, será que esse ano a corrida no tradicional circuito de Mônaco será mais emocionante?


    A Fórmula 1 neste ano está proporcionando diversas emoções novas, devido ao novo regulamento de carros. Neste final de semana entraremos na 7ª Etapa, no lendário circuito do Principado de Mônaco.

    Depois de 7 anos de domínio absoluto da Mercedes e uma “apagada” Ferrari, tivemos uma inversão de papéis neste ano de 2022. A Mercedes se mostrou inadaptado com os carros novos, mas mostrou uma evolução ao longo das corridas que foram acontecendo.

    Charles Leclerc vai correr em casa, mas, pasmem, o monegasco nunca conseguiu somar, ao menos, 1 pontinho no seu quintal. Para deixar o drama ainda maior, Leclerc perdeu a direção guiando a icônica Ferrari de Niki Lauda dos anos 70 (mas não foi culpa dele, é só azarado mesmo).

    Mas precisamos parabenizar a Ferrari por trazer a Scuderia de volta a uma disputa direta pelo campeonato. Mas na corrida de Ímola, Leclcerc rodou sozinho ao tentar pressionar Sergio Perez, na disputa pelo 3º lugar, fazendo diversos fãs e comentaristas a crer que ele ainda não está maduro o suficiente para manter o psicológico estável em uma disputa real pelo título.

    Max Verstappen começou o ano conturbado na relação com a Honda, já que o carro apresentou algumas falhas mecânicas, mas Red Bull e Honda parecem que afinaram os eixos do carro e cravou três vitórias consecutivas, ultrapassando Leclerc na classificação geral.

    Enquanto isso, acredito que por perceber que a equipe não teria um carro tão competitivo, Lewis Hamilton, que vive flertando com as posições do Q2 (11º ao 15º), abriu mão de ter o melhor carro para dar espaço para o jovem promissor, George Russell, também inglês.

    Russell chegou entre 5º e 3º em todas as 6 edições até aqui, mostrando na prática que está apto a ser um potencial candidato ao título. Infelizmente, ele chegou no ano da mudança do regulamento, e a Mercedes perdeu o seu posto soberano.

    Quem deve estar se divertindo e rindo a toa com toda essa situação é o finlandês Valtteri Bottas, que trocou a Mercedes pela Alfa Romeo, mas está envolvido diretamente em brigas por posições com as duas Mercedes. É um ponto muito positivo para a equipe italiana, que apesar do nome da lendária marca de automóveis, possui motor Ferrari. Palmas para os projetistas!

    Mas nem só de brigas pelo título se vive a audiência na Fórmula 1, a briga por pontuações do 6º ao 10º deixa a disputa no meio do pelotão acirradíssima. No início tivemos um incrível Kevin Magnunssen somando pontos com a Haas, a pior equipe do ano passado, além de boas disputas com McLaren, Alpha Tauri, Alfa Romeo do Bottas e as Alpines.

    A disputa pela 4ª força vai seguir em aberta e só vamos poder cravar que é a melhor equipe deste pelotão intermediário na última corrida.

    Para essa corrida em Mônaco, muitas pessoas questionam alegando que não dá mais emoção o circuito mais tradicional da Fórmula 1. Os carros diminuíram de tamanho, em relação aos anos anteriores, e isso é um destaque positivo para proporcionar mais ultrapassagens durante os estreitos muros monegascos. Que era de ouro o automobilismo viveu entre as décadas de 50 à 90, já que eram carros menores (e com tecnologias mais primitivas), e a tradição reinava no principado.

    Atualmente o tamanho dos carros interfere sim na disputa por este circuito, tendo o undercut (ultrapassagem durante o pit stop), como a melhor alternativa para tirar um carro do caminho.

    Segundo Reginaldo Leme na transmissão do Treino Livre 1 nesta manhã, ele argumentou que existe um interesse comercial em aumentar este circuito para proporcionar melhores emoções.Quem será que vai ser pole e ter meio caminho andado para vencer em Mônaco!? Descobriremos assistindo a belíssima transmissão da Band.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas