Fab Lab Livre SP têm transformado sonhos em realidade para quem quer empreender

0
87

Na última dia 09, o Fab Lab Galeria Olido, localizado no centro da cidade de São Paulo, foi o ponto de encontro dos estudiosos do design. Os alunos do primeiro semestre do Istituto Europeo di Design estiveram no local para conhecer o Programa e verificar as possibilidades de uso do Fab Lab como um espaço maker, da Prefeitura de São Paulo. O foco é praticar o design nos cursos de Moda, Desenho Gráfico e Digital e Produtos e Serviços.

Vinte e seis alunos do Instituto participaram da oficina Corte a Laser: Luminária com Inkscape e puderam ter o contato com equipamentos de fabricação digital. A professora e designer de serviços, Fernanda Detivi, elogiou o equipamento da SMIT: “A oficina foi excelente completa, com boas explicações dos técnicos. Aqui têm muitos recursos. Quando dá acesso a digitalização às pessoas, já é uma grande evolução. O fato de ter tantos recursos tecnológicos disponíveis para uso, é maravilhoso.”

O Fab Lab Galeria Olido faz parte da rede Fab Lab Livre SP, rede de laboratórios públicos de prototipagem rápida de objetos, que proporciona o acesso a ferramentas de fabricação digital aos seus usuários, como impressoras 3D, cortadora a laser, fresadora CNC, computadores com software de desenho digital CAD, equipamentos de eletrônica e robótica, além de ferramentas de marcenaria e mecânica.

Faz parte da missão da rede estimular o público a desenvolver ideias criativas e inovadoras, por meio das tecnologias de fabricação digital e técnicas mais tradicionais, sendo valores importantes o compartilhamento de ideias e o desenvolvimento de projetos “mão na massa” por pessoas iniciantes ou experientes. No período da tarde, toda quinta-feira, esta unidade apresenta o Clube Arduino, um “laboratório” onde as pessoas se reúnem para trocar informações e executar projetos tanto individuais quanto em conjunto.

Segundo Vinicius Santos de Oliveira, coordenador do Instituto de Tencnologia Social – ITS Brasil, que realiza a operação e manutenção dos laboratórios da rede, a iniciativa é extremante valiosa: “A questão do Fab Lab quanto política pública é que sai do eixo de ser só um computador ou só a tecnologia, a gente dá a oportunidade de fato pra essas pessoas colocarem suas ideias no papel. Então, o Fab Lab serve como uma extensão de aprendizado da inovação. As pessoas tem muita teoria dentro das Universidades, por exemplo, e quando elas vêm para o Fab Lab colocam tudo isso em a prática”, concluiu Vinicius.

Como ressaltado por Vinícius, o Programa está aberto para receber pessoas que querem colocar a criatividade em prática e, consequentemente, transformar sonhos em realidade e projetos em produtos concretos. Um dos mais animados durante a visita ao Fab Lab era o aluno de Designer Gráfico e Digital, Pedro Antônio Batista, que participou das etapas oferecidas na oficina.

“A iniciativa do Fab Lab é muito interessante. Principalmente em disponibilizar essas máquinas para fomentar esse lado criativo das pessoas. Muita gente tem ideia, mas acabam não tendo oportunidade de colocar no papel. Então, com o Fab Lab as pessoas têm essa experiência de aprimorar a criatividade e conhecimento”, afirmou o estudante do Istituto Europeo di Design.

O Fab Lab Livre SP está disponível para todos os cidadãos. Os cursos e a utilização dos equipamentos são gratuitos.

Para saber mais acesse este link.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.