Exageros no final de ano e férias aumentam os riscos de parada cardiovascular

0
354

Excessos na alimentação, exercícios não habituais no sol e sobrecarga no organismo podem provocar um infarto ou AVC, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia


A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) alerta sobre os riscos das doenças cardiovasculares, responsáveis, anualmente, por mais de 30% das mortes no Brasil, ou seja: 400 mil óbitos, segundo o Cardiômetro. “O aumento da mortalidade cardiovascular no verão tem sido motivo de preocupação, pois nessa estação as pessoas se excedem em hábitos arriscados que aumentam o risco de um ataque cardíaco, como já constatado em diversos estudos internacionais, com excessos na alimentação e práticas de exercícios físicos não habituais com esforço e sobrecarga para o sistema cardiovascular”, destaca o presidente da SBC, Marcelo Queiroga.

O número de vidas perdidas por parada cardiorrespiratória é enorme, inclusive nos hospitais brasileiros, apesar de poucos estudos a respeito no país que poderiam constatar um quadro ainda mais grave. Segundo dados da SBC, são 720 eventos por dia no Brasil e a chegada num pronto socorro é uma verdadeira corrida entre a vida e a morte.

“A cada minuto sem atendimento, uma pessoa com parada cardíaca perde 10% de chance de sobreviver. Precisamos investir em treinamento profissional e da população. Assim como existem pessoas treinadas para uma situação de incêndio, elas também precisam saber como realizar as primeiras manobras até a chegada do atendimento especializado”, defendeu o coordenador do Comitê de Treinamento em Emergências Cardiovasculares da SBC, Sérgio Timerman.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.