Espaço da Prefeitura de São Paulo promove a criação de arte por pessoas de diferentes faixas etárias

0
123

Crochê, cerâmica e pintura são pilares para promover a convivência intergeracional no serviço

Buscando desenvolver novas conexões e estimular a troca de conhecimentos, os mais de 30 atendidos do Centro de Convivência Intergeracional (CCInter) “Martin Luther King”, localizado no Marsilac, extremo sul da cidade, realizam diariamente diferentes oficinas artesanais. Nos últimos seis meses, eles se reuniram para produzir mais de 100 peças de cerâmica.

Odair Silva de Andrade é gerente do serviço há três anos e propõe, juntamente com a equipe do CCInter, atividades artísticas como forma de terapia. Ele conta que, através das oficinas, os atendidos podem trabalhar questões traumáticas. “Grande parte das atividades fazem com que eles tenham contato com a terra, a natureza. Isso, de alguma forma, ajuda as pessoas a melhorarem, a se concentrarem. As pessoas se curam através da arte”, contou.

A produção de cada peça requer paciência e um cuidado especial. De início, a argila é hidratada e moldada. Depois, a peça é levada para secagem em um lugar com sombra, e fica 72 horas nesse processo. Quando seca, ela precisa ir ao forno e, por fim, é feito o acabamento com lixa, verniz e tinta.

Novos laços, aprendizado e crescimento mútuo. As atividades diárias não contribuem apenas para adquirir novos conhecimentos, mas também compartilhar experiências e dividir emoções.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.