Divisão da Fauna Silvestre abre vagas para serviço voluntário

0
44

A Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente divulgou edital de chamamento público para os interessados em prestar serviço voluntário na Divisão da Fauna Silvestre (DFS) da Coordenação de Gestão de Parques e Biodiversidade Municipal (CGPABI). A oportunidade é para estudantes ou recém-formados darem apoio ao manejo, tratamento e reabilitação a animais silvestres em uma das unidades de atendimento da DFS: o Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres – CeMaCAS, localizado no Parque Anhanguera, na Zona Norte, e a unidade localizada dentro do Parque Ibirapuera, na zona sul. Serão selecionados até 115 voluntários.

O serviço será prestado pelo prazo mínimo de três meses, com carga horária de 20 horas semanais, de segunda a domingo, com horários e dias definidos em escala.

Os interessados devem atender aos seguintes requisitos:

• Ser estudante em Ciências Biológicas ou Medicina Veterinária ou ser recém-formado, com até um ano de formação.
• Ter a vacinação em dia para Febre Amarela, antirrábica e antitetânica e Covid-19.
• Participar da palestra inaugural no CeMaCAS, em data e horário que serão informados posteriormente aos inscritos

Para participar é preciso enviar o currículo por e-mail para o endereço voluntariofauna@prefeitura.sp.gov.br, até as 23h59 de 22 de julho, com o título VOLUNTÁRIO 2022, informando o setor em que deseja realizar as atividades (Clínica/ Berçário/ Quarentenário/ Nutrição/ Reabilitação/ Destinação/ Laboratório).

Conheça os setores de atuação:

Clínica (CeMaCAS e Ibirapuera): auxílio prioritário na realização de manejo dos animais internados (alimentação assistida, limpeza e adequação de recintos); realização de enriquecimento ambiental, acompanhamento do recebimento de animais vitimados.

Berçário: alimentação dos filhotes (administração, registro e monitoramento); recintação e enriquecimento ambiental; monitoramento das atividades de manejo, higiene, observação, registro de comportamento e procedimentos; participação na organização e manutenção da limpeza de itens utilizados e do ambiente de trabalho.

Quarentenário: acompanhamento do recebimento de animais (aves e répteis) oriundos de apreensões; realização das atividades de manejo (tratamento, alimentação de filhotes, contenção para exame clínico, coleta de material biológico); realização de atividades para a reabilitação dos animais (treino de voo, enriquecimento para ambientação de recintos).

Nutrição: acompanhamento das atividades de rotina da cozinha dos animais; realização das atividades de rotina do Biotério; acompanhamento e execução de atividades ligadas à nutrição dos animais internados.

Reabilitação (CRAS): acompanhamento das atividades de manejo diário dos animais em reabilitação e realização de enriquecimento dos recintos.

Destinação (CETAS): acompanhamento das atividades de manejo diário dos animais que aguardam destinação; das solturas e realização de enriquecimento dos recintos.

Laboratório: monitoramento e execução de exames necroscópicos; acompanhamento e execução de exames laboratoriais; organização e preparo de materiais e soluções para realização de exames; digitação de laudos necroscópicos.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.