Diretório municipal do PDT passa por reformulação

0
119

Entre as novidades apresentadas pelo novo diretório está o apoio aos candidatos através de várias ferramentas, como por exemplo, a escola de candidatos, que tem aulas sobre o SUS, finanças públicas, questões com as drogas, educação, sobre o que é ser um vereador, trabalhismo, organização partidária, comércio sindical, legislação


Por: Luciana Paim

Fortalecer, reformular e trazer de volta a causa trabalhista (uma bandeira já tradicional do partido) em São Paulo. Com esse objetivo que Antônio Neto foi convidado pela diretoria nacional do PDT – Partido Democrático Trabalhista – para assumir o diretório municipal de São Paulo.

Antônio Neto é formado como administrador, analista de sistemas e presidente licenciado da CSB e do SINDPD – Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo. Muito próximo a figuras importantes como Ciro Gomes e Carlos Lupi, Neto foi candidato ao Senado em 2018 e agora é pré-candidato a vice-prefeito da cidade.

Marcio França (PSB) e Antônio Neto e Ciro Gomes, lideranças do PDT

Apesar da capital ser um local de peso em todas as eleições, há 17 anos não tinha diretório próprio, o que causou bastante espanto no novo diretor. “Foi um susto que nós tomamos ao saber que um lugar que tem mais de 9 milhões de eleitores não tinha diretório. Começamos a nos organizar e em 3,4 meses fizemos nossa primeira convenção do diretório municipal e começamos a ver uma nova fórmula de organização aqui na capital. Dividimos a capital em 32 zonais e 12 coordenadorias, que é uma forma de você organizar o partido e trabalharmos com os movimentos de maneira mais representativa: da mulher, juventude, negro, diversidade, sindical, axé, ecotrabalhista, comunitário, cultural e começamos a fazer com que esses movimentos se fortalecessem. Não é meramente jogar uma ficha aí dentro. Não. Nós estamos acolhendo”, explica o presidente.

Entre as novidades apresentadas pelo novo diretório está o apoio aos candidatos através de várias ferramentas, como por exemplo, a escola de candidatos. “Durante cerca de um mês, toda segunda-feira, nós trouxemos especialistas de todos os cantos do Brasil, para dar aulas para os pré-candidatos. Por exemplo, veio a secretária de finanças de Niterói que explicou como é as finanças no município. Teve aula sobre SUS, o que é e como funciona, finanças públicas, questões com as drogas, sobre educação, sobre o que é ser um vereador, trabalhismo, organização partidária, comércio sindical, legislação. Era uma sala com quase 100 pessoas aqui e mais 100 pela internet para que cada candidato se apropriar de informações sobre como é o papel de um vereador. Está tudo no site, ainda dá para acessar”, diz Neto.

O partido tem atualmente cerca de 100 pré-candidatos a vereadores, entretanto, haverá uma seleção já que o limite são 83. Serão 6 candidaturas coletivas, 40% da chapa formada por negros/negras, 2 candidaturas de mulheres trans, 40% das candidaturas têm até 40 anos, 6 candidaturas ligadas a religiões de matriz africana. Sendo que nenhum dos candidatos ocupou vagas eletivas até hoje.

Outra ação do diretório é oferecer infraestrutura aos candidatos para que eles possam se preparar da melhor maneira durante a campanha. “Estamos fazendo agora uma série de reuniões com os pré-candidatos para perguntar o que eles têm de organização. O partido está ofertando uma série de ferramentas como uma plataforma de gestão de campanha, alguns templates de modelos de cards em que o candidato possa utilizar se quiser e como quiser dentro das redes sociais, assistência jurídica e contábil, tempo de TV e de rádio. Ou seja, estamos ofertando para todos de maneira horizontal”, diz Neto.

O PDT está realizando uma aliança, em nível nacional, com três grandes partidos: PSB, Rede e PV. Em São Paulo, o acordo traz o pré-candidato a prefeito Marcio França e, representando o PDT, Antônio Neto como vice-prefeito.

A candidatura será confirmada na convenção que será realizada, a princípio, em 12 de setembro, de forma virtual, como mandam os protocolos de segurança.


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.