Depois de 20 anos, Parque Alto da Boa Vista deve ser aberto até o fim de 2020

1
94

Moradores da região Sul tentam abrir o parque há aproximadamente 20 anos, porém, grileiros já tentaram tomar posse da área pública de 31 mil m² diversas vezes. O Parque Alto da Boa Vista era o local onde tropeiros tropeiros de São Paulo descansavam para entrar em Santo Amaro. Por isso, o parque será um local de contemplação da natureza


Há aproximadamente 20 anos moradores do Alto da Boa Vista lutam para criar um parque na região. Mas, ao que tudo indica, até o fim deste ano a região vai finalmente ganhar o Parque Alto da Boa Vista, uma área de 31 mil m², localizada na esquina das ruas Visconde de Porto Seguro e Vigário João de Pontes.

Na década de 2000, a Associação dos Amigos do Alto da Boa Vista (SABABV) cobrou a Prefeitura para fazer uma limpeza na calçada e descobriu que a área é pública. Daí começou a luta para provar isso. “A associação se mobilizou com os moradores, conseguiu verba e defendeu a área para que a terra fosse de fato reconhecida como do município. A associação que literalmente lutou para a área ser da Prefeitura”, explica Guilherme Rodrigues Alves, presidente da SABABV.

Em 2004, a então prefeita Marta Suplicy assinou o Decreto n° 44.206 que instituiu a área como parque, mas o local continuou abandonado. Em 2008, uma empresa que faria um empreendimento na região, estabeleceu um Termo de Compromisso Ambiental com a Prefeitura para dar os recursos necessários para a implantação do parque. Mas, no mesmo ano, outra solicitação de posse foi feita para o local e teve início uma nova disputa judicial pela área.

O processo terminou por volta de 2012 mas até 2014 nada mais aconteceu. Nesse ano, o Termo de Compromisso Ambiental já havia sido perdido pois foi depositado em outro órgão da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente.

“Aproximadamente em 2017 o Ministério Público, depois das grilagens, ordenou que a Prefeitura tomasse posse da terra e que fosse constituído parque. Aí foi implantado uma guarita para preservar a área. Em 2019, para acelerar o processo, a SABABV e a Chapel School doaram a parte administrativa do parque para ser implantado mais rapidamente”, explicou Guilherme.

O Parque Alto da Boa Vista tem história na região: quando os tropeiros de São Paulo chegavam em Santo Amaro, em meados do século 17, era no Parque Alto da Boa Vista que eles paravam para descansar e se limpar no Córrego Lavapés. Por isso e por vontade popular, o parque será um local para contemplar a natureza.

“Em 2006/2010 fizemos uma pesquisa com os moradores para interesse nas atividades e todos disseram que seria um parque contemplativo. Diferente do parque do cordeiro, que está na mesma rua e tem muitas atrações, esse parque vai privilegiar suas riquezas naturais. Apenas a área inicial terá o prédio da administração, o resto são trilhas e caminhos pela mata com fauna e flora muito rica”, diz o presidente da Associação.

Além do prédio administrativo, a Associação dos Amigos do Alto da Boa Vista doou um sistema de monitoramento para a segurança do parque. 

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente informou que apesar da proposta para a unidade ser um espaço contemplativo, o parque terá equipamentos. “No estudo realizado até o momento foram previstos caminhos, mirante, parquinho e equipamentos de ginástica para a terceira idade. Haverá também uma praça de entrada no entorno da administração, onde poderão ocorrer eventos compatíveis com o tamanho do parque, como, por exemplo, palestras de educação ambiental. A administração também contará com banheiros públicos”, informou a Prefeitura.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.