Confira como votou a Zona Sul nas Eleições Municipais 2020

0
138

O prefeito Bruno Covas ganhou em todas as 58 Zonas Eleitorais da cidade de São Paulo, inclusive em Parelheiros e Grajaú, locais onde os candidatos do PT sempre foram vencedores. Nessas regiões, Jilmar Tatto ficou em segundo lugar. Em todas as outras Zonas Eleitorais da cidade, Guilherme Boulos ficou em 2º lugar


No último domingo (15), 6.354.100 milhões de paulistanos compareceram às urnas para votar em seus candidatos à Prefeitura e à Câmara de Vereadores.

Desse total de eleitores, 5.338.786 de pessoas (84,02%) votaram em um candidato, 373.037 pessoas (5,87%) votam em Branco e 642.277 de pessoas (10,11%) votaram Nulo, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em meio a pandemia da Covid-19, a capital paulista registrou uma abstenção recorde de votos, já que mais de 2 milhões (29,29%) dos eleitores não registraram seus votos. O último recorde de abstenção foi em 2016, quando 22% dos eleitores não votaram.

Candidato à reeleição, o prefeito Bruno Covas (PSDB) garantiu 32,85% dos votos (1.754.013) e foi para o segundo turno. Seu oponente é Guilherme Boulos (PSOL), que garantiu 20,24% dos votos, cerca de 1.080.736. A votação para o segundo turno acontece no dia 29 de novembro.

O prefeito Bruno Covas ganhou em todas as 58 Zonas Eleitorais (ZE) da cidade de São Paulo, inclusive em Parelheiros e Grajaú, locais onde os candidatos do PT sempre foram vencedores. Nessas regiões, Jilmar Tatto ficou em segundo lugar. Em todas as outras Zonas Eleitorais da cidade, Guilherme Boulos ficou em 2º lugar.

Confira os dois candidatos mais votados em cada região da Zona Sul:

  • 6ª ZE Vila Mariana: 37.966 votos para Bruno Covas (39,10%) X 23.573 votos para Guilherme Boulos (24,28%)
  • 20º ZE Valo Velho: 23.551 votos para Bruno Covas (25,41%) X 21.241 votos para Guilherme Boulos (22,92%)
  • 246ª ZE Santo Amaro: 30.050 votos para Bruno Covas (41,78%) X 14.135 votos para Guilherme Boulos (19,65%)
  • 251º ZE Pinheiros: 26.557 votos para Bruno Covas (37,96%) X 22.310 votos para Guilherme Boulos (31,89%)
  • 258º ZE Indianópolis: 49.615 votos para Bruno Covas (44,05%) X 19.835 votos para Guilherme Boulos (17,61%)
  • 280º ZE Capela do Socorro: 34.157 votos para Bruno Covas (33,15%) X 20.734 votos para Guilherme Boulos (20,12%)
  • 320º ZE Jabaquara: 38.518 votos para Bruno Covas (35,86%) X 21.128 votos para Guilherme Boulos (19,67%)
  • 328º ZE Campo Limpo: 31.034 votos para Bruno Covas (30,39%) X 23.307 votos Guilherme Boulos (22,83%)
  • 351º ZE Cidade Ademar: 24.969 votos para Bruno Covas (33,28%) X 13.631 votos para Guilherme Boulos (18,17%)
  • 371º ZE Grajaú: 31.705 votos para Bruno Covas (27,02%) X 24.427 votos para Jilmar Tatto (20,81%)
  • 372º ZE Piraporinha: 45.618 votos para Bruno Covas (28,53%) X 33.098 votos para Guilherme Boulos (20,70%)
  • 373º ZE Capão Redondo: 21.382 votos para Bruno Covas (28,22%) X 16.707 votos para Guilherme Boulos (22,05%)
  • 381º ZE Parelheiros: 40.562 votos para Bruno Covas (29,56%) X 29.150 votos para Jilmar Tatto (21,25%)
  • 408º ZE Jardim São Luís: 30.065 votos para Bruno Covas (31,75%) X 20.124 votos para Guilherme Boulos (21,25%)
  • 418º ZE Pedreira: 35.840 votos para Bruno Covas (32,43%) X 19.113 votos para Guilherme Boulos (17,29%)

A divulgação dos votos em todo o Brasil, no entanto, não foi rápida. O Tribunal Superior Eleitoral registrou um problema técnico no supercomputador que processa os dados. De acordo com o presidente do TSE, o problema técnico afetou apenas a divulgação e não o resultado das eleições. “A ideia de que a demora possa trazer algum tipo de consequência para o resultado não faz nenhum sentido, porque o resultado das eleições já saiu no momento em que a urna imprimiu o boletim da urna. Esse boletim é impresso em diversas vias, é fixado no lado de fora da seção eleitoral e distribuído aos partidos”, explicou o ministro Luís Roberto Barroso.

A cidade de São Paulo foi uma das mais prejudicadas na divulgação. O site do TSE só divulgou a lista dos 55 vereadores eleitos por volta das 11h desta segunda-feira (16).

Os 55 candidatos eleitos para a Câmara de Vereadores são:

  1. Eduardo Suplicy (PT): 167.552 votos
  2. Milton Leite (DEM): 132.716 votos
  3. Delegado Palumbo (MDB): 118.395 votos
  4. Felipe Becari (PSD): 98.717 votos
  5. Fernando Holiday (PATRIOTA): 67.715 votos
  6. Erika Hilton (PSOL): 50.508 votos
  7. Silvia Da Bancada Feminista (PSOL): 46.267 votos
  8. Roberto Tripoli (PV): 46.219 votos
  9. Thammy Miranda (PL): 43.321 votos
  10. André Santos (REPUBLICANOS): 41.584 Votos
  11. Rute Costa (PSDB): 41.546 votos
  12. Eduardo Tuma (PSDB): 40.270 votos
  13. Sansão Pereira (REPUBLICANOS): 39.709 votos
  14. Luana Alves (PSOL): 37.550 votos
  15. Atilio Francisco (REPUBLICANOS): 35.345 votos
  16. João Jorge (PSDB): 34.323 votos
  17. Arnaldo Faria De Sá (PP): 34.213 votos
  18. Carlos Bezerra Jr. (PSDB): 34.144 votos
  19. Rubinho Nunes (PATRIOTA): 33.038 votos
  20. Eli Corrêa (DEM): 32.482 votos
  21. Donato (PT): 31.920 votos
  22. Rodrigo Goulart (PSD): 31.472 votos
  23. Alessandro Guedes (PT): 31.124 votos
  24. Janaína Lima (NOVO): 30.931 votos
  25. Adilson Amadeu (DEM): 30.549 votos
  26. Tripoli (PSDB): 30.495 votos
  27. Jair Tatto (PT): 29.866 votos
  28. Celso Giannazi (PSOL): 28.535 votos
  29. Drª Sandra Tadeu (DEM): 28.464 votos
  30. Juliana Cardoso (PT): 28.402 votos
  31. Toninho Vespoli (PSOL): 26.748 votos
  32. Marlon Do Uber (PATRIOTA): 25.643 votos
  33. George Hato (MDB): 25.5959 votos
  34. Aurélio Nomura (PSDB): 25.316 votos
  35. Senival Moura (PT): 25.311 votos
  36. Alfredinho (PT): 25.159 votos
  37. Arselino Tatto (PT): 25.021 votos
  38. Fabio Riva (PSDB): 24.739 votos
  39. Isac Félix (PL): 23.929 votos
  40. Camilo Cristofaro (PSB): 23.431 votos
  41. Ricardo Teixeira (DEM): 23.280 votos
  42. Edir Sales (PSD): 23.106 votos
  43. Ely Teruel (PODE): 23.084 votos
  44. Marcelo Messias (MDB): 23.006 votos
  45. Elaine Do Quilombo Periférico (PSOL): 22.742 votos
  46. Gilberto Nascimento Jr. (PSC): 22.659 votos
  47. Eliseu Gabriel (PSB): 21.122 votos
  48. Dr. Milton Ferreira (PODE): 20.126 votos
  49. Sandra Santana (PSDB): 19.591 votos
  50. Danilo Do Posto De Saúde (PODE): 19.024 votos
  51. Cris Monteiro (NOVO): 18.085 votos
  52. Sonaira Fernandes (REPUBLICANOS): 17.881 votos
  53. Paulo Frange (PTB): 17.796 votos
  54. Missionário José Olimpio (DEM): 17.098 votos
  55. Rinaldi Digilio (PSL): 13.673 votos

Com essa formação, o PSOL se torna a terceira maior bancada da Câmara paulistana por ter triplicado seu número de vereadores de 2 eleitos em 2016 para 6 neste ano. O DEM também tem 6 eleitos.  As maiores bancadas continuam com PSDB e PT, cada um com 8 vereadores.

Das 55 vagas disputadas na Câmara paulistana, 13 foram vencidas por mulheres, sendo que na última eleição foram eleitas 11 mulheres. A eleita mais votada foi Erika Hilton, que é a primeira mulher transexual negra do legislativo paulistano.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.