Confira a programação de exposições e cursos do Museu de Arte Moderna

0
2

Idealizador da semana de 22 é homenageado, pedido de socorro vira arte e Mata Atlântica ganha novas perspectivas; Cursos voltados à arte são oferecidos pelo museu


O Museu de Arte Moderna, localizado no Parque Ibirapuera, está funcionando de terça-feira à domingo, das 10h às 18h. A entrada é gratuita e pode ser agendado pelo site oficial.

O ambiente conta com o restaurante Prêt, com capacidade reduzida, e também a biblioteca, funcionando com agendamento de visita.

As atrações expostas no Museu de Arte Morderna são:

  • Di Cavalcanti

O idealizador e organizador da Semana de Arte Moderna, de 1922, ganhou um destaque neste ano no Museu. Emiliano Di Cavalcanti já havia ganhado uma exposição no museu em 1971, em comemoração dos 50 anos da semana de 22. Agora, o Museu conta com o acervo bibliográfico e audiovisual da Biblioteca Paulo Mendes de Oliveira, a exposição possui catálogos, pôsteres, convites, recorte do jornal Diário do Povo e filme de época sobre o artista.

Mostra fica em exposição até o dia 12 de dezembro de 2021.

  • Projeto Parede | Campo Fraturado, SOS – Ana Maria Tavares

Mostra mostra obra como um pedido de socorro. A sigla SOS, escrita em braile, utiliza o tato para decifrar mensagem. A autora brinca com a variação de tamanhos das mensagens com a finalidade de mostrar palavras que não podem ser compreendidas.

Espaços com inversão na orientação de espaço entre vertical e horizontal, com ambiente espelhado brincando com a imagem e sensações. Mesclas de imagens de paisagens com arquitetura, manipulação e sensações de paisagens e elementos.

Exposição traz sensações distópica da realidade. Mostra fica no museu até 12 de dezembro.

  • Zona da Mata

Zona da Mata refere-se à faixa litorânea da região Nordeste do país, do Rio Grande do Norte, até a Bahia. Mostra trechos da Mata Atlântica original, quase extinta. É, historicamente um território de conflito entre povos nativos e colonizadores.

Zona da Mata pe um termo metafórico, referindo-se não só às matas e povos nativos, como também das lutas, dos predadores, dos homens, a reestruturação da nossa morada. A relação entre cultura e natureza.

A exposição possui 4 partes com diferentes espaços e tempo. Mostra fica exposta atpe 17 de outubro.


Além das exposições, o Museu de Arte Moderna conta com cursos com temas focados em processos autorais, onde orienta o aluno na produção artística e nas linguagens das artes visuais; narrativas de história da arte, contando a história e crítica da arte sob diversos pontos de vista e perspectivas diferentes; e Interdisciplinares, cursos teóricos e práticos sobre o universo da arte e educação inspirados no cronograma expositivo do museu.

Sócios do Museu tem 20% de desconto nos cursos. Estudantes, professores e aposentados têm 10% de desconto.

Entre os cursos abertos estão (todo online):

  • As transtopias de Paulo B. Preciado: feminismo, corpo e tecnologia com Ali Prando e Matheuz Catrinck (inscrições até 27 de setembro)
  • Produção de exposição: Bastidores de uma mostra de arte com Carol Angelo e Daniele Carvalho (inscrições até 26 de outubro)
  • Fotografia autoral I com Marcelo Greco (inscrições até 8 de dezembro)
  • Carnaval e teatro afro-brasileiro em um Brasil quase moderno com Uila (inscrições até 16 de setembro)
  • Poética da terra. Ateliê virtual: produção dos pigmentos naturais com Denise Valarini (inscrições até 23 de setembro)
  • História da arte como história das origens com Renato Menezes (inscrições até 17 de setembro)

Acesse mam.org.br e saiba como participar!


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.