14.5 C
São Paulo
domingo, 26 junho, 2022
Mais

    Clássico literário Morte e Vida Severina ganhará adaptação em dança pelo Palíndromo Coletivo Artístico

    Mais lidas

    Bailarinos já estão ensaiando para apresentação no Centro Cultural Santo Amaro em dezembro


    O avanço da vacinação em São Paulo está proporcionando a volta dos hábitos presenciais, que ficou somente no online nestes últimos meses, e toda a indústria artística está ansiosa por esta volta.

    O Centro Cultural Santo Amaro (CCSA) está começando a abrir suas portas para os artistas e o público. Os bailarinos do Grupo Palíndromo Coletivo Artístico aproveitaram o momento para realizar os ensaios de sua nova atração, livremente inspirado no clássico literário de João Cabral de Melo Neto, Morte e Vida Severina.

    O grupo é novo e surgiu com a junção dos artistas da Tangará Cia de Dança, Guilherme Rienzo e Isabella Bianco, bi-campeões da Copa Brasil de Forró Cênico e do Festival de Dança de Joinville-SC, com os artistas Luiza Bark, produtora, e Diego Dac, diretor artístico. A ideia da adaptação do livro foi tão boa, que a Andrea Souza, ex-gestora do CCSA, decidiu promover uma exposição mostrando o processo criativo do espetáculo e curiosidades da história e vida de João Cabral. “O Diego pensou no quanto há nordestinos em Santo Amaro e tratar uma obra clássica conquista o público ao ver a história sob outros olhares,”, revela Isa.

    O grupo de 9 bailarinos foi formado a partir de uma audição no final de agosto para esta peça inédita. A Eloise Pateti foi uma das selecionadas e não tem tempo ruim para encarar 1h30 de trânsito para ensaiar: “Moro na Zona Leste e foi muito legal voltar a dançar, fiquei muito surpresa quando passei, os ensaios tiveram danças que foram encaixando no meu corpo, no meu jeito”.

    Guilherme e Isabella são responsáveis pela coreografia e foi um desafio enorme transformar a linguagem literária em linguagem corporal na dança. Foram estudados poemas, filmes, peças e outros materiais relacionados com a obra para a inspiração. “Estou motivado na adaptação da dramaturgia de um outro momento para o momento atual e transformar as linguagens de dança a partir dos poemas e palavras”, conta Guilherme.

    O espetáculo está sendo ensaiado às terças e quintas-feiras e será apresentado sábado e domingo, 18 e 19 de dezembro, às 20h e 18h, respectivamente. A entrada será gratuita. Já a exposição de artes terá início em 1º de dezembro até o dia 20, também gratuitamente.

    SEVERINA – 1º MOVIMENTO*

    • Direção artística: Diego Dac
    • Direção de coreografia: Guilherme Rienzo
    • Coreografias: Guilherme Rienzo e Isabella Bianco
    • Assistente de coreografia: Isabella Bianco
    • Bailarinos: Chris Richard; Danielle Pateti; Eloise Pateti; Gleidson Figueredo; Henrique Silva; Jamilly Lopes; Natália Pires; Raiane Bahia; Taisa Garcia;
    • Figurino: Daíse Neves
    • Designer Gráfico: Mauricio Machado
    • Iluminador: Douglas Amorim
    • Assistente de Produção: Isabella Bianco
    • Produção Executiva: Luiza Bark
    • Direção de Produção: Luiza Bark
    • Colaboradores: Renata Campos; Rosangela Lima; Escola de Dança Passo Livre; Brahmi Cultural
    • Realização: Palíndromo Coletivo Artístico; Tangará Cia de Dança; Com Arte Produções; Centro Cultural Santo Amaro; Secretaria Municipal de Cultura/SP
    • Data: Sábado, 18/12 às 20h e Domingo, 19/12, às 18h
    • Local: Centro Cultural Santo Amaro. Avenida João Dias, 822
    • Entrada Gratuita

    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas