Cinema em casa: Fábricas de Cultura disponibilizam curtas-metragens e minidocumentário no Youtube

0
1

Produções retratam a realidade periférica em meio à ficção. Fábricas de Cultura ainda realizam outras atividades virtuais voltadas para dança, teatro, música e inclusão


As Fábricas de Cultura, programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciadas pela Poiesis, irão terminar o ano com uma programação que valoriza a diversidade de narrativas. Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas virtualmente por meio do canal do Youtube das Fábricas de Cultura.

No dia 7 de dezembro, terça-feira, às 20h, será disponibilizado para o público o minidocumentário “Verdade ou Verdades”, produzido pelo artista e cantor trap T Mac. A produção, que é indicada para maiores de 18 anos, traz a história do jovem Washington Zacarias de Oliveira, morto pela polícia. O caso desperta jovens artistas da periferia da cidade de Diadema a se manifestarem por meio do rap, trap, e do funk, para uma apuração justa da morte de Washington, já que o boletim de ocorrência acaba deixando muitas dúvidas.

O projeto independente apresenta músicas produzidas na periferia, depoimentos de familiares e amigos, além da atuação de artistas locais.

Já na quinta-feira, dia 9 de dezembro, a partir das 17h, será possível assistir ao curta-metragem “Imenso e invisível”, de Diogo Elzinga. O curta narra a história de Olívia, uma mulher cega que vem levando uma vida intensa como se pudesse ver o colorido do mundo. É neste cotidiano que seu cão guia a aproxima de Lucas, um homem que já havia perdido a esperança e caminhava para o fim da sua vida. A produção faz parte da Mostra de Curtas Metragens Encontros, que tem curadoria e produção de SG Company Filmes.

Às 16h do dia 11 de dezembro, o público poderá assistir ao curta “Somente após descanso”, que tem direção e roteiro de Sihan Felix. A produção traz como discussão a realidade de pessoas marginalizadas em uma sociedade cada vez mais dura. O curta de 2020 conta com fotografia de Fabio Teixeira, ganhador do 41º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. 

No mesmo dia, mas às 18h, entra no canal do YouTube das Fábricas de Cultura o curta “E se José fosse Deus?” (2020), dirigido por Aryani Marciano. A produção apresenta umretrato feito por José Carlos Marciano a partir do olhar de sua filha. O curta traz a presença divina dentro de uma pessoa real, num paralelo entre o José, pai de Jesus, a figura do Deus católico e o próprio pai da artista.

Entre uma marcenaria e o cuidado das plantas, José se mostra um personagem de várias facetas, com composições musicais autorais que formam a trilha sonora do filme, além de referências de uma ancestralidade negra diaspórica transmitidas pela dança e pelo axé.

Para quem não for de cinema, as Fábricas de Cultura oferecem outras atividades virtuais. No dia 3 de dezembro, às 15h, será transmitido a palestra “Rap e Inclusão”, com Billy Saga, responsável pela área de Diversidade e Inclusão da Claro, presidente da ONG Movimento SuperAção e idealizador do projeto “Sem rampa, calçada é muro”.

Há duas décadas, o músico cadeirante Billy Saga vem se dedicando ao rap e ao ativismo social, trazendo nas entrelinhas de suas músicas o direito, à resistência e o combate à exclusão social das pessoas com deficiência. O bate-papo será realizado no Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, instituído em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Outra atividade em destaque é o “Festival Fábrica em Movimento”, transmitido no dia 5 de dezembro, às 17h. O Festival apresenta quatro talentos das danças urbanas da Fábrica de Cultura do Jardim São Luís: Géssica Roseana, João Paulo, Maylla e Cezar Braga. Frutos do projeto “Cessão de Espaço”, os jovens hoje se encontram nas listas dos principais dançarinos do estilo na cidade. Cada um irá realizar uma apresentação durante o Festival.

A música também tem espaço na programação com o “Brazilian Jazz Mafia”, um trio de música instrumental brasileiro do estado de São Paulo com influências que vão desde o jazz norte americano a música regional brasileira, como o samba, o frevo, o baião e até a música africana e afrocaribenha. O grupo, que tem Deisy Araújo no Piano, Frank Carvalho no Contrabaixo e Lukas Felli na Bateria, irá se apresentar no dia 9 de novembro, às 20h.

A programação do mês ainda inclui os fãs de teatro. No dia 15 de dezembro, às 16h, a CIA Mapinguary irá levar para a Fábrica de Cultura Jaçanã histórias do livro Ubuntu e outras histórias africanas, entre elas “O Leopardo, a Cabra e o Inhame”.

Trazem também “Ubuntu”, um conto popular da Guiné Bissal, “A Origem do Tambor” e “Ananse e o Pote de Sabedoria”. São contos de ensinamento desse continente com grande diversidade cultural. A atividade será transmitida pelo Facebook das Fábricas de Cultura.

SERVIÇO:

Fábrica de Cultura Brasilândia 

RAP E INCLUSÃO

Com: Billy Saga
3/12 – sexta-feira – 15h
Faixa Etária: Atividade Livre
Plataforma: Youtube

MOSTRA DE CURTAS METRAGENS ENCONTROS: IMENSO E INVISÍVEL

Um filme de: Diogo Elzinga
9/12 – quinta-feira – 17h
Faixa Etária: maiores de 12 anos 

Plataforma: Youtube

Fábrica de Cultura do Jardim São Luís

FESTIVAL FÁBRICA EM MOVIMENTO
5/12 – domingo – 17h
Faixa Etária: Atividade Livre 

Plataforma: Youtube

EXIBIÇÃO DO CURTA E SE JOSÉ FOSSE DEUS?

Direção: Aryani Marciano
11/12 – sábado – 18h
Faixa Etária: Atividade Livre
Plataforma: Youtube

EXIBIÇÃO DO CURTA SOMENTE APÓS O DESCANSO

Direção: Sihan Felix
11/12 – sábado – 16h
Faixa Etária: Atividade Livre
Plataforma: Youtube

Fábrica de Cultura Diadema

VERDADE OU VERDADES

Direção: T Mac
7/12 – terça-feira – 20h
Faixa Etária: maiores de 18 anos 

Plataforma: Youtube


BRAZILIAN JAZZ MAFIA

9/12 – Quinta-feira – 20h
Faixa Etária: Atividade Livre
Plataforma: Youtube

Fábrica de Cultura Jaçanã

CONTOS AFRICANOS

Com: Cia Mapinguary
15/12 – quarta-feira – 16h
Faixa Etária: Atividade Livre
Plataforma: Facebook

——

  • Fábrica de Cultura Brasilândia
  • Avenida General Penha Brasil, 2508 | Telefone: (11) 3859-2300
  • Fábrica de Cultura Capão Redondo
  • Rua Bacia de São Francisco, s/n | Telefone: (11) 5822-5240
  • Fábrica de Cultura Diadema 
  • Rua Vereador Gustavo Sonnewend Netto, 135 – Centro – Diadema/SP | Telefone: (11) 4061-3180
  • Fábrica de Cultura Jaçanã
  • Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 | Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360 | Telefone: (11) 2249-8010
  • Fábrica de Cultura Jardim São Luís
  • Rua Antônio Ramos Rosa, 651 | Telefone: (11) 5510-5530
  • Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha
  • Rua Franklin do Amaral, 1575 | Telefone: (11) 2233-9270

SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.