Cidade de SP torna Lei que institui acompanhamento psicológico às mulheres vítimas de violência doméstica em UBSs e Subprefeituras

0
1404

Proposta é de autoria do Vereador Isac Félix (PL) e está em fase de regulamentação para começar a valer


O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, sancionou no dia 3 de janeiro de 2022, o Projeto de Lei 709/2021, de autoria do Vereador Isac Félix (PL), que institui o acompanhamento psicológico às mulheres vítimas de violência doméstica em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas Subprefeituras da capital paulista. 

O objetivo da proposta é garantir atendimento especializado, por meio do acompanhamento psicológico prestado por profissionais nos equipamentos públicos mais próximos da população. Para a execução, o poder público poderá contratar profissionais especializados na área de Psicologia ou celebrar convênios com ONGs.

O vereador Isac Félix, autor da proposta, reforça que é necessário romper com os ciclos de violência. “Precisamos de iniciativas que ofereçam apoio para as vítimas, assim como o auxílio-aluguel, para que elas não precisem retornar para casa e que tudo se repita. As vítimas precisam ser acolhidas”, afirmou. 

No momento, a Lei está em fase de regulamentação para implantação na cidade de São Paulo.

Ao lado das mulheres

Defensor das pautas de proteção às mulheres em São Paulo e atento ao aumento de casos de violência doméstica contra mulheres na capital paulista, Isac Félix também é autor da Lei 17.320 que concede auxílio-aluguel para mulheres vítimas de violência doméstica.

Para ele: “Os números servem como um alerta para que o poder público, em conjunto com a sociedade, intensifique as ações de proteção.” A medida atua como apoio para que as mulheres vítimas de violência doméstica e em situação de vulnerabilidade tenham a oportunidade de recomeçar.

 A Prefeitura de São Paulo, via Coordenação de Políticas para Mulheres oferece o pagamento do auxílio-aluguel no valor de R$ 400. Até setembro de 2022 foram atendidas com o benefício aproximadamente 1.270 mulheres.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.