Chuva na causa transtornos na Zona Sul e impede paulistanos de chegarem ao trabalho

0
531

Em Parelheiros, muitas pessoas não conseguiram chegar ao Centro da capital. A Prefeitura informou que não vai cobrar multas de quem ficou preso em congestionamentos

 

 

A primeira segunda-feira (4) de fevereiro começou complicada para os paulistanos, principalmente os que moram na Zona Sul. A capital paulista registrou 202 km de congestionamento às 9h30 e 50 pontos de alagamento devido a forte chuva da madrugada.
Por volta das 1h da manhã, o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura deu alerta de alagamentos nas regiões da Capela do Socorro e Parelheiros, área mais castigada da Zona Sul. Das 5h30 até as 7h21 cerca de 26 árvores caíram, segundo o Corpo de Bombeiros.
Foram 133 milímetros de chuva em Parelheiros, o que travou a Av. Sadame Inoue desde a madrugada e impediu muitos moradores de chegarem ao centro da cidade, já que os ônibus não saíam do Terminal Parelheiros e o o trajeto dos carros também estava complicado. Por volta das 12h não havia mais pontos de alagamentos na região, mas os ônibus ainda tinham dificuldades em chegar ao Terminal.
A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes informou que “as multas do rodízio não serão emitidas na manhã desta segunda-feira (04/02/19) para não prejudicar os motoristas que ficaram presos em congestionamentos devido às chuvas. A restrição volta a vigorar normalmente no período da tarde/noite, entre 17 e 20 horas, no Centro Expandido da capital”.
Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas, nesta “terça-feira (05) o tempo fica instável, mas o sol aparece entre muitas nuvens na Grande São Paulo. As temperaturas variam entre mínimas de 17ºC e máximas que podem chegar aos 26ºC. As chuvas ocorrem de forma fraca e isolada, principalmente durante a madrugada e no final da tarde”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.