Capital Paulista amplia atendimento odontológico à população

0
343
Até junho deste ano, foram feitos mais de 1,1 milhão de atendimentos

Prefeitura expande serviços, qualifica e capacita profissionais, fornece próteses dentárias nos 31 Centros de Especialidades Odontológicas e em 415 UBSs


O número de atendimentos odontológicos nas unidades de saúde mantidas pela Prefeitura de São Paulo cresceu 49% em média nos seis primeiros meses deste ano na comparação com 2022. Até junho, foram 1.170.978 atendimentos, média de 195 mil por mês. Em 2022, foram 1.572.025, média de 131 mil por mês.

O aumento no atendimento fez também cair a espera para colocação de próteses dentárias. Em setembro de 2020, havia mais de 82 mil pessoas aguardando uma prótese. Neste ano, esse número caiu para 23.550 mil, o que representa uma queda de 71%.

Isso ocorreu devido a investimentos de gestão nessa área, como o aumento no número de Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs). Em 2016, eram 29. Agora, 31.

Além disso, em dezembro de 2022, a prefeitura entregou o primeiro Centro de Cuidados Odontológicos (CCO) da cidade, na região central. A nova unidade tem capacidade de realizar 11.556 consultas por mês, com 20 consultórios completos, sendo dez voltados ao atendimento da Atenção Básica e dez destinados ao atendimento nas especialidades de endodontia, prótese e cirurgia oral menor e dor orofacial ou disfunção temporomandibular.

Essas unidades, junto com as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), oferecem tratamento clínico restaurador, endodontia, próteses e procedimentos cirúrgicos de baixa complexidade, além de atendimentos de urgência. Das 470 UBS, 415 estão aptas para colocação de próteses.

A fim de ampliar também a oferta de próteses fixas à população, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) promoveu recentemente uma qualificação inovadora para profissionais dos 31 CEOs da cidade.

O curso, concluído em 15 de junho e ministrado pela Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), certificou 41 cirurgiões-dentistas e 40 auxiliares e técnicos em saúde bucal dos CEOs para a colocação de próteses fixas em um ou mais dentes com raízes ou estruturas dentárias remanescentes.

Anteriormente, apenas alguns cirurgiões-dentistas especialistas que atuavam nesses centros colocavam prótese fixa. Agora, com a capacitação, todos os profissionais que trabalham com prótese nos CEOs estão aptos a realizar o procedimento, possibilitando que os pacientes tenham acesso a mais esse serviço de média complexidade.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.