Capital amplia oferta de cirurgias eletivas e exames em Hospitais Dia

0
4

A Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), anunciou na manhã desta terça-feira (13) a ampliação da oferta de exames e cirurgias eletivas contemplados no programa Avança Saúde SP.


São Paulo, 13 de julho de 2021 – A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), anunciou na manhã desta terça-feira (13) a ampliação da oferta de exames e cirurgias eletivas contemplados no programa Avança Saúde SP.

Os procedimentos serão realizados em 13 Hospitais Dia (HDs) da capital, que terão o horário de funcionamento estendido para atender à demanda. Cinco unidades passam a trabalhar 24 horas por dia: São Miguel (zona leste), Vila Guilherme/Vila Maria (norte), Butantã (oeste), Ipiranga – Dr. Flávio Gianotti (sudeste) e Cidade Ademar (sul). Para que esses equipamentos passem a atender 24 horas por dia, sete dias por semana, serão investidos pela gestão municipal R$ 4 milhões por mês, inclusive com a contratação de equipes e equipamentos com recursos tecnológicos. O anúncio foi feito no Hospital Dia São Miguel Paulista, zona leste da capital.

Outras oito unidades, em vez do habitual horário das 7h às 19h, passam a funcionar das 7h às 22h, de segunda a sexta-feira, são elas: Itaim Paulista e São Mateus (leste), Brasilândia/Freguesia do Ó (norte), Penha, Mooca e Vila Prudente (sudeste), além de Campo Limpo e M’Boi Mirim I (sul).

Os procedimentos de maior complexidade, que necessitem de internação, como casos de idosos ou pessoas com comorbidades, serão realizados nos hospitais 24h e os de pequeno e médio porte, nos outros HD’s.

“A cidade não pode perder um dia em nada, em nenhuma área. Nós precisamos estar muito focados na retomada da economia, na retomada da volta à vida, poder fazer aqueles exames, consultas e cirurgias que ficaram parados. Nós não vamos esperar nem um dia para tomar as ações necessárias, sempre com a visão técnica da área da Saúde”, disse o Prefeito Ricardo Nunes.

As avaliações clínicas pré-operatórias dos pacientes têm início nesta quarta-feira (14) para que as cirurgias sejam realizadas a partir de 1º de agosto. Serão procedimentos diversos, como cirurgias gerais, vasculares, ginecológicas, pediátricas, proctológicas e otorrinolaringológicas.

O objetivo é agilizar o tempo médio para a realização dessas cirurgias na cidade de São Paulo, além de exames como colonoscopia, endoscopia digestiva alta e de cabeça e pescoço, entre outros. Os exames também começam a ser realizados a partir de 1º de agosto, com equipamentos de ponta para qualificar ainda mais o atendimento.

“Em função da queda dos números da pandemia em novembro e dezembro, São Paulo retomou o processo de eletivas e não paramos mais, justamente para dar fluxo e prestar atendimento aos 10 mil novos pacientes que entravam a cada mês na fila”, explicou Edson Aparecido.

Na rede municipal de saúde, de janeiro a maio deste ano, mesmo com a pandemia de Covid-19, foram realizadas 318.862 consultas, 216.752 exames e 6.784 cirurgias eletivas.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.