Bibliotecas das Fábricas de Cultura abordam narrativas negras na programação de julho

0
45

Rodas de conversa sobre mulheres na literatura de cordel, tradição oral africana e a experiência de escritoras afro-latinas são alguns dos destaques, além de oficinas práticas


As bibliotecas das Fábricas de Cultura, programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis, irão explorar a diversidade das narrativas negras na literatura em julho. As atividades são abertas e ocorrem presencialmente nas unidades das zonas Sul e Norte da capital paulista, além de Diadema e Osasco, na Região Metropolitana, e Iguape no Vale do Ribeira.

A programação do mês começa na Fábrica de Cultura Brasilândia com a atividade Mala de Ébano: Contos da Tradição Oral Africana que será realizada no dia 5 de julho, às 11h. Na mala de Ébano, Mariana Per carrega histórias de seus ancestrais que conheceu viajando nas palavras dos mestres que encontrou. Ela abrirá essa mala junto com o público para compartilhar os diversos contos orais africanos que reuniu. A atividade irá circular por outras unidades das Fábricas de Cultura.

Na Fábrica de Cultura Jaçanã, a equipe de biblioteca realiza a atividade De Suelis, Carolinas e Conceições: Experiências Femininas Afro-latina no dia 5, às 14h. A atividade, que celebra o Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha (25/07), visa promover reflexões a respeito da trajetória de mulheres afro-latinas, intelectuais insurgentes e acadêmicas importantes para a teoria e literatura brasileira. Serão utilizados livros disponíveis na biblioteca, como “Racismo, Sexismo e Desigualdade no Brasil”, de Sueli Carneiro, “Olhos d’água”, de Conceição Evaristo, “Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada”, de Carolina Maria de Jesus, e “Heroínas negras brasileiras: em 15 cordéis”, de Jarid Arraes.

Também no dia 5 de julho, às 14h, mas em Diadema, ocorre a atividade Calendário de Histórias não Contadas, que neste mês tem como temática a música. O encontro abordará a vida e obra de Sister Rosetta Tharpe, a mulher negra que inventou o rock e foi apagada completamente da história de um dos maiores estilos musicais do mundo.

Outra forma de falar sobre literatura é mostrar como pôr a mão na massa. Na oficina Quadrinhos Maker, a equipe de biblioteca da Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha irá ensinar um pouco sobre esse estilo de criação de histórias, além de incentivar que o público faça seus próprios quadrinhos. A oficina ocorre no dia 6 de julho, a partir das 10h. Também haverá espaço para a poesia na unidade Capão Redondo. Das 14h às 16h, a equipe de biblioteca promove a atividade Pop-Up e Poesia, que mostrará o processo de produção desta arte em papel através da poesia de Mário Quintana, poeta brasileiro que completaria 116 anos em 2022.

Ainda na Zona Sul, a unidade Jardim São Luís continuará com as comemorações ao Dia da Mulher Latino-Americana e Caribenha. No dia 6 de julho, às 14h30, a equipe de biblioteca promove a atividade Nós Mulheres para refletir sobre a data enquanto levanta uma discussão sobre representatividade, racismo, machismo, feminicídio e lesbofobia. No final, os participantes montarão um painel artístico sobre o tema para ser exposto na biblioteca.

Já pensou em participar de um circuito audiovisual pela cidade de São Paulo onde são destacadas as narrativas, contribuições, a existência e resistência da comunidade negra? É esta a proposta da atividade Circuito Virtual pelas Narrativas Negras que ocorre no dia 7 de julho, às 14h30, na unidade Vila Nova Cachoeirinha.

Na Fábrica de Cultura 4.0 Osasco o foco será a história das mulheres negras. No dia 8 de julho, às 14h, a equipe de biblioteca explora o livro “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis”, da autora Jarid Arraes, para dar visibilidade às histórias de importantes mulheres negras brasileiras que se destacaram por suas lutas em busca da libertação de populações negras no Brasil e que impactam até hoje nas lutas negras por igualdade e respeito.

Já no Vale do Ribeira, a Fábrica de Cultura 4.0 Iguape realiza a atividade Mandala Terapêutica, uma oficina que ensinará a produzir este item para decoração e inspiração no dia 13 de julho, às 9h30. Mas para quem quiser aprender de casa, no dia 11 de julho, às 11h, estará disponível no canal do YouTube das Fábricas de Cultura a Roda de Conversa com Funkeiros Cults. A conversa pretende ampliar a visão do cenário cultural Brasileiro enquanto aponta os dilemas e reflexões de artistas e produtores a partir de produções periféricas, principalmente na literatura.

Além disso, todas as unidades irão receber a atividade Trilha Literária realizado pelo Crialudis, entre 2 e 9 de julho, que tem como proposta convidar o público para um jogo de percurso com tabuleiro gigante que possibilita uma imersão por diversos clássicos da literatura infantojuvenil, despertando o gosto e interesse pela leitura. Confira a programação completa no site das Fábricas de Cultura.

Atualmente, as unidades recomendam o uso de máscaras nos espaços internos. No caso de Diadema, o uso é obrigatório devido ao decreto municipal nº 8.154.

SERVIÇO:

FÁBRICA DE CULTURA BRASILÂNDIA

Endereço: Avenida General Penha Brasil, 2508 | Telefone: (11) 3859-2300

MALA DE ÉBANO: CONTOS DA TRADIÇÃO ORAL AFRICANA | COM MARIANA PER

5/7 – Terça-feira – 11h

Atividade Livre.

Presencial.

FÁBRICA DE CULTURA JAÇANÃ

Endereço: Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 | Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360 | Telefone: (11) 2249-8010

DE SUELIS, CAROLINAS E CONCEPÇÕES: EXPERIÊNCIAS FEMININAS AFRO-LATINA | COM A EQUIPE DE BIBLIOTECA

5/7 – Terça-feira – 14h

Indicado para maiores de 12 anos

Presencial.

FÁBRICA DE CULTURA DIADEMA

Endereço: Rua Vereador Gustavo Sonnewend Netto, 135 – Centro – Diadema/SP | Telefone: (11) 4061-3180

CALENDÁRIO DE HISTÓRIAS NÃO CONTADAS 07 | COM A EQUIPE DE BIBLIOTECA

5/7 – Terça-feira – 14h

Indicado para maiores de 12 anos

Presencial.

FÁBRICA DE CULTURA VILA NOVA CACHOEIRINHA

Endereço: Rua Franklin do Amaral, 1575 | Telefone: (11) 2233-9270

QUADRINHOS MAKER – COM EQUIPE DE BIBLIOTECA

6/7 – Quarta-feira – 10h

Atividade Livre.

Presencial.

CIRCUITO VIRTUAL PELAS NARRATIVAS NEGRAS EM SÃO PAULO | COM A EQUIPE DE BIBLIOTECA

7/7 – Quinta-feira – 14h30

Indicado para maiores de 15 anos

FÁBRICA DE CULTURA CAPÃO REDONDO

Endereço: Rua Bacia de São Francisco, s/n | Telefone: (11) 5822-5240

POP-UP E POESIA | COM A EQUIPE DA BIBLIOTECA

6/7 – Quarta-feira – Das 14h às 16h

Indicado para: maiores de 6 anos.

Presencial.

FÁBRICA DE CULTURA JARDIM SÃO LUÍS

Endereço: Rua Antônio Ramos Rosa, 651 | Telefone: (11) 5510-5530

NÓS MULHERES – MÊS DA MULHER LATINO AMERICANA E CARIBENHA – COM A EQUIPE DE BIBLIOTECA

6/7 – Quarta-feira – 14:30

Atividade Livre.

Presencial.

FÁBRICA DE CULTURA 4.0 OSASCO

Rua Santa Rita, s/nº – Jardim Rochdale – Osasco | Tel: (11) 9.1415-1640 | (11) 9.4234-2608

HEROÍNAS NEGRAS BRASILEIRAS EM LITERATURA DE CORDEL | COM EQUIPE DE BIBLIOTECA

8/7 – Sexta-feira – 14h

Atividade Livre

Presencial.

FÁBRICA DE CULTURA 4.0 IGUAPE

Praça Engenheiro Greenhalgh, 01, Centro Histórico – Iguape | Tel: (13) 3848-9300

MANDALA TERAPÊUTICA | COM EQUIPE DE BIBLIOTECA

13/7 – Quarta-feira – 9h30

Atividade Livre.

Presencial.

TODAS AS UNIDADES

TRILHA LITERÁRIA | COM CRIALUDIS

Atividade Livre.

Presencial em cada unidade.

2/7 – Sábado às 14h – Osasco

5/7 – Terça-feira às 10h – Capão Redondo

5/7 – Terça-feira às 14h – Jardim São Luís

6/7 – Quarta-feira às 10h – Vila Nova Cachoeirinha

6/7 – Quarta-feira às 14h – Brasilândia

7/7 – Quinta-feira às 14h – Jaçanã

8/7 – Sexta-feira às 14h – Diadema

9/7 – Sábado às 14h – Iguape

RODA DE CONVERSA COM FUNKEIROS CULTS

11/7 – Segunda-feira – 11h

Indicado para maiores de 14 anos

Online: Youtube

——

Funcionamento das unidades:

De terça a sexta, das 9h às 19h.

Unidades Jardim São Luís, Vila Nova Cachoeirinha e Jaçanã: Finais de semana e feriados, das 12h às 17h.*

Unidades Brasilândia, Capão Redondo e Diadema: Aos sábados das 9h às 17h.*

Unidade Osasco: de terça a sexta das 9h às 18h.

Funcionamento das bibliotecas:

De terça a sexta, das 9h às 19h. Aos finais de semana e feriados, das 11h às 17h*

Exceto a unidade Capão Redondo, que aos sábados atende das 9h às 14h.

*Para conferir o horário exato de sua unidade, favor entrar em contato por telefone com a recepção.

Acessibilidade: as Fábricas de Cultura Vila Nova Cachoeirinha, Brasilândia, Jaçanã, Capão Redondo, Jardim São Luís, e Diadema, oferecem rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, elevador, sanitários acessíveis, piso tátil, equipamentos que permitem a leitura para pessoas com deficiência visual e motora, impressoras braille, leitor de audiobooks e acervo com mais de 110 exemplares em braille (livros e audiobooks).

*Devido à pandemia da Covid-19, parte da programação cultural vem ocorrendo de forma on-line.

Todas as atividades são gratuitas. Saiba mais no hotsite +Cultura e no site das Fábricas de Cultura.

*Sujeito às mudanças mediante orientações dos órgãos responsáveis.

SOBRE O PROGRAMA FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que promovem diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Nas unidades você encontrará cursos, atividades, bibliotecas e estúdios de gravação. Em 2022, as Fábricas de Cultura – programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis – contam com o patrocínio do Instituto Center Norte e o Instituto GPA, por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Apoios como estes contribuem para a realização de atividades de formação e difusão cultural para crianças, jovens e adultos.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.