ARTIGO | O fone ideal para transformar sua experiência com o rock

0
671

As músicas da banda Greta Van Fleet são quase que uma companhia onipresente. Praticamente um refúgio, eu diria. Recorro aos graves e às letras impactantes em diversos momentos da minha vida, de trabalhar a praticar esportes. São meus amigos sem nem me conhecer.

Como deu para notar, a banda pode ser considerada a minha favorita do chamado rock contemporâneo. No entanto, não havia notado que, sem fones de ouvido, eu ouvia a minha banda favorita e não a escutava. Na utilização da palavra, a diferença pode ser pouco notável, mas para a ouvinte, não. O quanto que eu havia perdido ao não embarcar intensamente nas músicas? Só passei a me questionar a partir do dia em que, mesmo sem sair do lugar, viajei para outra dimensão.

O escritório que eu trabalho estava cheio, parecia que todos da empresa haviam combinado o presencial no mesmo dia. As trocas são tantas que ao olhar de fora a sensação que dá é a de que todos estão trabalhando juntos – e estamos mesmo. O ponto é que, justamente naquele dia, eu precisava fugir de qualquer tipo de distração. Como forma de me apartar do mundo, coloquei um headphone com um excelente isolamento de ruídos externos e dei play na música Safari Song.

Até então, tinha como intuito somente entregar o que precisava entregar. Aumentei o volume e, quando me dei conta, havia me transportado para outra dimensão. Era a mesma banda, a mesma música de sempre, mas parecia tudo diferente. Os riffs de guitarra gritavam, os solos pareciam mais virtuosos e as letras ganharam significados ainda mais profundos.

Algumas pessoas no escritório me chamavam, o Eduarda ecoava longe, como em um sonho. Em determinado momento, me senti num show, o ouvido esquerdo ora menos utilizado e ora mais atiçado.

Quando deixei os fones, lembrei que estava no escritório lotado. A banda Greta Van Fleet havia me levado para outra dimensão, na qual minutos pareceram uma eternidade. Quinta (13) foi o Dia Mundial do Rock. Atualmente, no mercado, existem fones que permitem a equalização de tons e graves para tornar essa experiência a mais incrível possível. Então, se assim como eu, você é apaixonado por esse gênero musical, busque os seus fones de ouvido e escute a sua banda preferida aproveitando cada toque da forma mais plena possível.

Eduarda Vieira, co-fundadora da Kuba Audio


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.