ARTIGO | Fim de ano: os ciclos e os significados

0
711

Em tempos de fim de ano é possível notar que três vivências se entrelaçam e configuram o psicológico dos indivíduos nesse período, que são a renovação de um ciclo, a experiência pessoal dessa retomada e as interações grupais proporcionadas pelos encontros. Entender como elas se associam pode permitir aproveitar melhor essas datas.

No sentido de uma vivência simbólica do fim de ano, vê-se claramente com as investigações dos filósofos e pesquisadores dos mitos, por exemplo, as concepções preambulares das culturas antigas sobre a renovação de ciclos e épocas, marcadas em meses e períodos. Assim, a presença de uma festa como o natal perfaz, completa uma experiência muito arcaica de comunhão, partilha e superação das forças materiais em vista de um significado transpessoal. Paralelamente, o que ocorre com frequência é a recapitulação individual da trajetória ao longo do ciclo, das experiências ocorridas ao longo do ano e a escolha entre perceber sua banalidade e dor ou encontrar seu significado.

Sintomas como falta de esperança ou irritação são comuns de se intensificar no fim de ano, o que podem envolver justamente as crenças sobre o mundo, as dificuldades da vida bem como as metas não alcançadas e desilusões, crenças essas que podem ser também reparadas no novo momento que chega. Mais que esboçar diferentes metas – muitas vezes “máscaras” de certas necessidades – é crucial refletir sobre quem se deve ser e quão mais perto do Bem real podemos estar no ano que vai iniciar.

Um terceiro aspecto relevante é a psicologia grupal desses encontros, em famílias o deslocamento ou isolamento de certos membros representa as tendências ruins do grupo inteiro. Por outro lado, a personalidade pode refazer-se em vista da participação e do cuidado com o outro. Em suma, a rigidez e a acerbidade com que vivemos pode ser transformada com o direcionamento para o significado profundo do fim de ano.

João Igor de Moraes é Psicólogo (CRP 06/180298), psicoterapeuta em consultório clínico e pesquisador da história da psicologia, filosofia e cultura


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.