ARTIGO | Cultura é apagada das entrevistas e debate eleitoral

0
734

Candidatos surfam sobre assuntos previsíveis e não são surpreendidos por nenhum tema sobre o qual, conforme sabem, ninguém fará uma única pergunta…

A falta do tema ‘Cultura’ nas entrevistas com os presidenciáveis, feitas na semana retrasada pelo Jornal Nacional e no extenso debate ocorrido em 28 de agosto, realizado por um pool de presas de comunicação na TV Bandeirantes, não mostra a insensibilidade apenas dos candidatos à presidência, com relação ao setor com o maior nível de paralisia de todos os segmentos.

A ausência de perguntas sobre o tema aponta também uma preocupante normalização da condição de quinta categoria que atinge o setor. Até, em tese, os jornalistas, que tem como premissa observá-lo, reportá-lo e fiscalizá-lo, não o fazem e perdem a oportunidade de levantar o assunto com todas as suas questões urgentes e abrangentes, para tentar fazer com que os candidatos exponham suas opiniões.

Perguntas não faltariam. Das provocativas: Bolsonaro fale sobre o aparelhamento da Secretaria Especial da Cultura sob sua gestão, recusando projetos que não tenham alinhamento ideológico com as suas convicções?

Lula: não foi um desperdício deixar que os Pontos de cultura, que sua própria gestão criou, minguassem?

O apagamento da importância cada vez maior da cultura no único instante em que um político e/ou candidato é obrigado a se curvar as seus eleitores, o debate eleitoral, registra uma mensagem sublimar que mata um setor, antes mesmo que ele comece.

Esperamos que nos próximos debates esta situação se reverta, em especial no debate previsto entre os candidatos ao cargo de governador de nosso estado: São Paulo…

Que as assessorias dos candidatos reflitam sobre isto: a cultura não pode ser mais importante do que a saúde, economia, segurança, habitação, educação, etc… mas é a única que está em todas elas!

Camilo Torres é artista independente e criador de artigos com temáticas culturais


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.