Apagão nacional deixa ao menos 18 estados e DF sem energia

0
766

Falha foi registrada às 8h31 e atingiu todos os estados do país, exceto Roraima. Governo federal não informou a causa


Após cerca de quatro horas, partes do Norte e Nordeste do Brasil ainda sofrem com o apagão de energia elétrica que afetou todas as unidades da federação, exceto Roraima, na manhã desta terça-feira (15). (veja a lista de estados no fim desta reportagem).

O Ministério de Minas e Energia informou que o fornecimento foi restabelecido no Sul, Sudeste, Centro-Oeste, em 55% da região Norte e 81% do Nordeste (incluindo todas as capitais). Ainda assim, em Goiás, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, o fornecimento não havia sido normalizado integralmente até por volta das 12h50, segundo as concessionárias locais.

Segundo MME e Operador Nacional do Sistema (ONS), o Sistema Interligado Nacional teve uma falha falha às 8h31 e que, desde então, trabalhavam para restabelecer a energia. A causa do incidente ainda não foi divulgada.

O presidente em exercício, Geraldo Alckmin (PSB), afirmou em entrevista nesta terça-feira (15) que, apesar da “ação rápida” do governo em resposta ao apagão de energia que atingiu 25 dos 26 estados e o Distrito Federal, há um problema ainda não resolvido sobre o tema em Imperatriz (MA).

Em nota, o Operador Nacional do Sistema disse que uma ocorrência às 8h31 interrompeu a carga em estados do Norte e Nordeste, afetando também os do Sudeste. “As causas da ocorrência ainda estão sendo apuradas. A recomposição já foi iniciada em todas as regiões e até às 9h16, 6 mil MW já foram recompostos [dos 16 mil MW afetados]”, informou o órgão.

O ministro das Minas e Energia, Alexandre Silveira, disse ter determinado a criação de uma sala de situação e a apuração das causas do incidente.

Segundo o coordenador do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), José Marengo, a causa do apagão deve ser operacional, pois não há um alerta pela seca, por exemplo, que pudesse impactar a produção e distribuição de energia. Fonte: G1


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.