Zona Sul registra 34km de lentidão no trânsito do primeiro dia útil pós-feriado

0
645

Em toda a capital, o maior pico de lentidão foi registrado às 9h, com 153 km de extensão. O excesso de trânsito já era esperado devido os bloqueios no viaduto da Marginal Pinheiros

 

Na manhã desta quarta-feira (21), primeiro dia útil após o feriado e a queda de parte do viaduto da Marginal Pinheiros, a cidade de São Paulo registrou 123 km de lentidão, por volta das 8h da manhã. Às 8h30, a cidade registrou 142 km de lentidão, sendo que, em dias normais, é comum ter entre 75 km a 107 km de lentidão nesse horário. O pico maior de lentidão foi registrado às 9h, com 153 km de extensão em toda a capital.
Por volta das 10h da manhã, a Zona Sul foi a região em que mais havia pontos de lentidão, com 34 km, segundo a CET. A Zona Oeste registrava 19km de lentidão, enquanto as zonas Leste, Centro e Norte registravam 16km, 13km e 11km de lentidão, respectivamente.
Um dos desvios operacionais da CET para ajudar o motorista que vem da região Sul a fugir do trânsito é a Ponte Estaiada. Ali, o motorista que sai da pista local pode seguir para a Av. dos Bandeirantes, Av. Juscelino Kubitschek e a Avenida 9 de Julho.
Por volta das 10h, o mapa de trânsito da CET informava que o corredor de ônibus Parelheiros/Rio Bonito/Santo Amaro, através da Av. Senador Teotônio Vilela, registrava velocidade moderada de 19km/h. O mesmo corredor, pela Av. Atlântica, já atingia velocidade rápida de 24 km/h.
Na Cidade Ademar, às 10h, a Avenida Yervant Kissajikian registrou velocidade lenta, com 13km/h. O corredor Jd. Ângela/Guarapiranga, através da Av. Guarapiranga, registrava velocidade de 14km/h. A Avenida Giovanni Gronchi registrava 12 km/h.
No corredor Santo Amaro/Nove de Julho, entre a Av. Adolfo Pinheiro e Av. Santo Amaro, os motoristas trafegavam com, no máximo, 13 km/h.  Um dos piores trechos foi registrado na Av. Vereador José Diniz, entre a Rua Joaquim Nabuco e Av. dos Bandeirantes com fluxo de 9km/h; assim como na Av. Engenheiro Luiz Carlos Berrini, até a Rua Funchal, com velocidade média de 8km/h e na Av. Brigadeiro Faria Lima, no Itaim Bibi, com fluxo de 7km/h.
Segundo o prefeito Bruno Covas, “o trânsito na cidade de São Paulo está 20% acima do limite histórico e a nossa expectativa é que ficasse 30% acima do limite. Não chegou a essa expectativa, a gente acredita, por duas principais razões: a primeira delas pelo trabalho que os técnicos da CET e a Secretaria dos Transportes fizeram ao longo desses dias. Eram previstas dez intervenções pra poder aumentar a quantidade de ligações entre a marginal expressa e local. Já foram liberados 10 dos 15 km da expressa. Outra razão é a colaboração que a população tem tido buscando rotas alternativas”.
Nesta quarta, a Prefeitura pretende se reunir com taxistas e empresas de aplicativos de transporte para sugerir que os passageiros recebam descontos nas viagens, uma maneira de desafogar o trânsito na região da Marginal Pinheiros.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.